27 de Junho de 2008 / às 11:35 / 9 anos atrás

Espanha vence Rússia com folga e chega à final da Euro 2008

<p>Jogadores da sele&ccedil;&atilde;o espanhola comemoram gol de Xavi contra a R&uacute;ssia na semfinal da Euro 2008, por 3 x 0, nesta quinta-feira, em Viena. Photo by Felix Ordonez</p>

Por Mike Collett

VIENA (Reuters) - A Espanha classificou-se para a decisão da Eurocopa pela primeira vez em 24 anos ao vencer com autoridade a seleção da Rússia por 3 x 0, nesta quinta-feira, e vai enfrentar a Alemanha na final de domingo da Euro 2008.

Xavi marcou o gol que abriu o marcador com um toque de primeira, debaixo de chuva no estádio Ernst Happel, para colocar a Espanha em vantagem merecida, a 5 minutos do segundo tempo, e o substituto Daniel Guiza aumentou para 2 x 0 após 28 minutos da etapa final.

David Silva fechou o marcador a oito minutos do fim, após passe de Cesc Fabregas.

O lance que abriu caminho para a vitória espanhola aconteceu aos 5 minutos do segundo tempo, quando Andres Iniesta cortou para dentro pela esquerda e encontrou Xavi, que estava livre da marcação.

Ele aproveitou a chance de forma brilhante para colocar a Espanha em vantagem.

Guiza substituiu Fernando Torres no ataque aos 24 minutos do segundo tempo e precisou de apenas quatro minutos para marcar, após receber passe do meia Cesc Fabregas, que entrou ainda na primeira etapa para substituir o lesionado atacante David Villa.

Por conta da lesão, Villa está fora da decisão do torneio.

A Espanha, que disputou sua última final de Eurocopa em 1984, quando perdeu para a França, aumentou a série invicta para 21 partida com o triunfo sobre os russos.

A equipe, treinada por Luis Aragonés, tenta conquistar seu primeiro título europeu desde 1964, quando foi campeã pela única vez.

A Alemanha, que chegou à final com uma vitória por 3 x 2 sobre a Turquia, na quarta-feira, busca seu quarto título europeu.

Os espanhóis já haviam vencido a Rússia por 4 x 1 na primeira fase duas semanas atrás e foram novamente melhores nesta quinta-feira, merecendo totalmente a vitória devido ao amplo domínio de seu meio-campo.

A Rússia, que cresceu bastante na competição desde a derrota na estréia para a Espanha, não conseguiu encontrar seu ritmo e foi apenas sombra do time que eliminou a Holanda nas quartas-de-final. Andrei Arshavin, grande nome da Rússia na Euro, fez uma partida muito apagada.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below