26 de Março de 2008 / às 21:37 / 9 anos atrás

Guga se despede dos EUA com derrota na estréia em Miami

Por Sandra Harwitt

MIAMI (Reuters) - Gustavo Kuerten voltou a ser derrotado na estréia de uma competição em seu ano de despedida do circuito profissional de tênis. Nesta quarta-feira, o ex-número 1 do mundo perdeu por 6-1 e 7-5 para o francês Sebastien Grosjean, no Masters Series de Miami.

Guga, que anunciou em janeiro que disputaria em 2008 os últimos seis torneios de sua carreira, despediu-se da quadra principal em Miami onde foi vice-campeão em 2000.

O tenista também foi derrotado em sua partida de estréia no Aberto do Brasil, em fevereiro, ao cair por 7-5 e 6-1 diante do argentino Carlos Berlocq.

"Acho que foi uma ótima decisão jogar pelo menos alguns torneios e poder curtir", disse o brasileiro.

A próxima competição de Guga será o Challenger de Santa Catarina, em Florianópolis, na semana de 14 abril. O tenista vai se aposentar oficialmente em maio, após o Aberto da França, onde sagrou-se tricampeão.

Na partida com Grosjean, contra quem Guga já havia jogado cinco vezes -- com três derrotas -- o brasileiro teve um primeiro set apático e permitiu que o francês quebrasse seu serviço duas vezes.

A parcial seguinte foi mais equilibrada e seguiu sem quebras até 5-5, quando Grosjean aproveitou uma oportunidade para abrir vantagem e em seguida sacar pela vitória.

"O primeiro set foi muito rápido, e achei que eu não aproveitaria tanto", disse Guga. "Mas ainda bem que estava errado. Depois, passei por bons momentos no segundo set."

O brasileiro, de 31 anos, recebeu um convite da organização para integrar a chave principal do torneio disputado em quadra dura, uma vez que não figura mais no ranking da ATP.

Ele enfrenta problemas no quadril desde 2002, quando passou pela primeira de duas cirurgias no local.

Frequentemente durante o saque, Guga ajeitava o quadril com as mãos. "Está soltando um pouco para o lado, então eu tive que recolocá-lo no lugar", disse Guga, referindo-se ao seu quadril, ajustado diversas vezes pelo atleta durante a partida.

"Jogar e ter uma performance como os outros é muito difícil para mim. Seria impossível. Isto é, provavelmente, a principal coisa que me fez decidir parar", disse o brasileiro.

Guga ainda continuará em Miami e competindo. Ele ganhou, nesta quarta-feira, um convite para jogar a competição de duplas ao lado de um de seus melhores amigos no circuito, o equatoriano Nicolas Lapentti.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below