Acidente na Fonte Nova evidencia crise em estádios--especialista

segunda-feira, 26 de novembro de 2007 16:23 BRST
 

Por Raymond Colitt

BRASÍLIA (Reuters) - A queda de parte da arquibancada da Fonte Nova que resultou na morte de pelo menos sete torcedores evidencia a péssima situação dos estádios brasileiros sete anos antes da Copa do Mundo de 2014, disse o presidente do Sindicato Nacional das Empresas de Arquitetura e Engenharia Consultiva (Sinaenco).

Cerca de 60.000 torcedores lotavam o estádio e saltavam nas arquibancadas comemorando o acesso do Bahia à Série B no domingo quando um degrau do anel superior desabou, deixando, além dos mortos, aproximadamente 25 feridos que passavam embaixo do local.

De acordo com especialistas, as autoridades locais ignoraram alertas sobre as péssimas condições do estádio em Salvador, que é uma das 18 cidades postulantes à cidade-sede da Copa de 2014. O Brasil foi escolhido sede do Mundial em 2014 no mês passado.

"Não foi a melhor propaganda para o Brasil fazer a Copa", afirmou à Reuters José Roberto Bernasconi, presidente do Sinaenco.

O Sindicato havia encontrado diversos problemas estruturais no estádio em um relatório publicado este mês sobre a situação geral dos principais estádios do país.

"O que a gente achou era um quadro pior do que esperávamos", acrescentou. "Muitos estádios estão em situação deplorável."

No projeto brasileiro para organizar a Copa do Mundo de 2014, Salvador aparece como sede da Arena Bahia, estádio com capacidade para 44.000 torcedores que seria construído caso a cidade seja escolhida para receber jogos do Mundial.