Morales se diz envergonhado por delegação olímpica de 6 atletas

segunda-feira, 28 de julho de 2008 19:41 BRT
 

LA PAZ (Reuters) - O presidente boliviano, Evo Morales, disse nesta segunda-feira que se sente "envergonhado" pela incapacidade da Bolívia de enviar uma delegação numerosa e de alto nível competitivo aos Jogos Olímpicos de Pequim.

O presidente, que é apaixonado por futebol, fez sua confissão ao se despedir da delegação boliviana, que tem apenas seis atletas e 15 dirigentes técnicos.

"Muito sincero como sempre, me sinto muito envergonhado por enviarmos uma pequena delegação e acredito que como autoridades temos muito que debater sobre as políticas do esporte", disse Morales em um breve ato no palácio presidencial Quemado, segundo informaram emissoras de rádio.

Os seis atletas bolivianos em Pequim superaram a duras penas as marcas mínimas fixadas pelo Comitê Olímpico Internacional e admitiram que sua maior pretensão em Pequim é melhorar seu rendimento pessoal.

No grupo se destacam três veteranos: o especialista em tiro esportivo César Menacho, de 43 anos, a nadadora Katerine Moreno, de 34, e a levantadora de peso Maria Teresa Monasterio, de 38.

Junto a eles viajam a Pequim o corredor Fadrique Iglesias, que correrá os 800 metros planos, a maratonista Sonia Calisaya e o nadador Miguel Angel Navarro.

(Reportagem de Carlos Alberto Quiroga)

 
<p>Morales se diz envergonhado por delega&ccedil;&atilde;o ol&iacute;mpica de 6 atletas. O presidente boliviano, Evo Morales,  em foto com os atletas da delega&ccedil;&atilde;o ol&iacute;mpica boliviana. Morales disse que se sente 'envergonhado' pela incapacidade da Bol&iacute;via de enviar uma delega&ccedil;&atilde;o numerosa e de alto n&iacute;vel competitivo aos Jogos Ol&iacute;mpicos. 28 de julho. Photo by Gaston Brito</p>