Lesão de astro do basquete abala chineses

quinta-feira, 28 de fevereiro de 2008 10:37 BRT
 

PEQUIM (Reuters) - A China lamentou nesta quinta-feira a lesão no tornozelo sofrida pelo pivô Yao Ming, apesar de os médicos acreditarem na recuperação do astro do basquete do país a tempo para disputar os Jogos Olímpicos de Pequim, em agosto.

O pivô de 27 anos é o atleta de maior popularidade da China e o impacto de sua possível ausência nos Jogos é grande porque já eram pequenas as chances de medalha da seleção de basquete masculino do país, mesmo jogando em casa.

Os organizadores da Olimpíada de Pequim, patrocinadores como Reebok, Visa e Coca Cola, assim como a liga norte-americana de basquete (NBA) usam com frequência a imagem de Yao para promover seus interesses no país mais populoso do mundo.

O basquete está se tornando rapidamente o esporte predileto dos chineses, especialmente entre os jovens, e a possibilidade de o jogador de 2,28 metros não participar do maior evento esportivo da história do país dominou as páginas de esportes da imprensa nesta quinta-feira.

"Meu pé esquerdo... a agonia de Yao", foi manchete do China Daily. "Lesão no corpo de Yao, dor em nossos corações", disse o Shanghai Morning Post.

Por sua popularidade e reconhecimento internacional, Yao é um dos favoritos para acender a pira olímpica durante a cerimonia de abertura dos Jogos, em 8 de agosto, no estádio Ninho de Pássaro.

Um porta-voz do Comitê Organizador dos Jogos de Pequim disse que "como todos os chineses", os organizadores esperam que Yao esteja recuperado para disputar os Jogos.

"Orem por Yao Ming", dizia a manchete do site em chinês da NBA, acrescentando: "O gigante nunca vai cair".

"Vamos esperar por você em silêncio", disse um torcedor em mensagem enviada ao site.

A maioria dos chineses, porém, recebeu uma boa notícia dos médicos. Segundo os especialistas, o jogador deve levar quatro meses para se recuperar da fratura no pé esquerdo, o que significa que ele poderia jogar pelo menos em algum momento nos Jogos.

(Reportagem de Nick Mulvenney e Liu Zhen)

 
<p>A China lamentou nesta quinta-feira a les&atilde;o no tornozelo sofrida pelo piv&ocirc; Yao Ming (foto de arquivo), apesar de os m&eacute;dicos acreditarem na recupera&ccedil;&atilde;o do astro do basquete do pa&iacute;s a tempo para disputar os Jogos Ol&iacute;mpicos de Pequim, em agosto. Photo by Richard Carson</p>