Phelps não vai quebrar recorde de ouros de Spitz, diz Thorpe

segunda-feira, 28 de janeiro de 2008 16:42 BRST
 

PEQUIM (Reuters) - O recorde do nadador norte-americano Mark Spitz de sete medalhas de ouro em uma única Olimpíada não será ameaçado por seu compatriota Michael Phelps nos Jogos de Pequim deste ano, de acordo com o australiano campeão olímpico Ian Thorpe.

Dono de cinco medalhas de ouro em Olimpíadas, o agora aposentado Thorpe disse que o alto nível dos adversários de Phelps impedirá que o recorde estabelecido por Spitz em Munique-1972 seja batido.

"Eu desejo a ele tudo de melhor. Não acho que ele vai conseguir, mas eu adoraria ver isso acontecer", disse Thorpe, de 25 anos, em visita a Pequim nesta segunda-feira.

"Existe uma coisa chamada competição. Não será apenas um atleta que estará competindo, e em muitas provas ele tem muitos competidores fortes", acrescentou o australiano, que deixou o esporte aos 24 anos.

Phelps, de 22 anos, que vai escolher um programa de competição em Pequim que lhe permite ter a chance de bater o recorde de Spitz, conquistou seis medalhas de ouro na Olimpíada de Atenas, em 2004.

Thorpe conquistou três ouros aos 17 anos nos Jogos de Sydney-2000, e fez a dobradinha dos 200 e 400 metros livre em Atenas.

Ele anunciou sua aposentadoria em novembro de 2006, alegando falta de motivação para treinar e competir. O ex-nadador disse que está contente com a vida longe das piscinas e que não tem desejo de voltar a competir.

"Tenho um sentimento de voltar e nadar, não competitivamente, mas dura apenas cinco segundos, e depois passa", disse ele. "Para esses breves cinco segundos, é um pensamento ótimo, mas isso não vai acontecer até que eu possa pensar nisso por pelo menos cinco minutos."

(Reportagem de Ian Ransom)