Bélgica, Holanda e Luxemburgo querem sediar Mundial de 2018

segunda-feira, 29 de outubro de 2007 15:52 BRST
 

Por Mitch Phillips

LONDRES (Reuters) - Bélgica e Holanda confirmaram que vão apresentar candidatura conjunta para organizar a Copa do Mundo de 2018, após a decisão da Fifa anunciada nesta segunda-feira de abandonar o rodízio de continentes. A Inglaterra deve seguir o mesmo caminho.

O governo inglês declarou apoio a uma eventual proposta do país e a Associação Inglesa de Futebol (FA) vai avaliar a potencial proposta ainda esta semana.

Dirigentes italianos, por outro lado, afirmaram não ter planos de concorrer ao Mundial de 2018.

A decisão da Fifa desta segunda-feira abriu caminho para que países de fora da África e América do Sul concorram à sede do torneio de 2018, e a dupla Bélgica-Holanda, que foi sede da Eurocopa de 2000, foi a primeira a responder positivamente.

Luxemburgo também faria parte do trio "Benelux", mas o envolvimento do país seria restrito a receber o congresso da Fifa e não jogos. Ao contrário dos anfitriões, o país também não teria classificação garantida para o Mundial.

"Recebemos bem a decisão do comitê-executivo da Fifa; agora vamos apresentar nossa proposta oficial para organizar o evento de 2018 no Benelux, com jogos em Holanda e Bélgica", disse à Reuters Alain Courtois, diretor da proposta.

"Temos o apoio de nossos governos e vamos encontrar o presidente da Fifa, Joseph Blatter em 14 de novembro para discutir nossos próximos passos", acrescentou Courtois.

O primeiro-ministro britânico, Gordan Brown, disse que a FA teria o respaldo total do governo caso decida apresentar a candidatura inglesa.   Continuação...