Ex-técnico Bilardo deve entrar para a política na Argentina

segunda-feira, 29 de outubro de 2007 12:35 BRST
 

BUENOS AIRES (Reuters) - O ex-técnico da seleção argentina Carlos Bilardo, que esteve à frente da vitória do time na Copa do Mundo de 1986, disse que deve entrar para a política.

Bilardo, conhecido popularmente como Narigón (Narigão), disse à uma rádio que recebeu convite do governador eleito Daniel Scioli para um posto na Secretaria dos Esportes de Buenos Aires. Scioli venceu a eleição no domingo.

"Eles me procuraram para ver se gostaria de ajudar na área dos esportes e eu disse que sim", disse o ex-técnico, conhecido também pelas polêmicas, à Rádio Mitre.

"Nós já conversamos com Scioli e eu acredito que nós nos entendemos de forma muito rápida", disse ele.

Bilardo foi técnico da seleção liderada por Diego Maradona que ganhou a Copa do Mundo do México, em 1986, e também comandou a equipe que ficou em segundo lugar quatro anos depois na Itália.

Bilardo, de 68 anos, largou seu último trabalho como técnico em 2004, quando trabalhava com Estudiantes. Atualmente é apresentador de TV.

(Reportagem de Luis Ampuero)

 
<p>O ex-t&eacute;cnico da sele&ccedil;&atilde;o argentina, Carlos Bilardo, em foto de arquivo de 2005. Bilardo, que esteve  frente da vitria do time na Copa do Mundo de 1986, disse que deve entrar para a poltica. Photo by Carlos Barria</p>