Platini pede que organizadores acelerem ritmo para Euro 2012

quarta-feira, 30 de janeiro de 2008 11:21 BRST
 

Por Mike Collett

ZAGREB (Reuters) - Polônia e Ucrânia foram avisadas pelo presidente da Uefa, Michael Platini, nesta quarta-feira, para acelerarem os preparativos visando a Eurocopa de 2012.

Platini não chegou a dizer que os dois países correm o risco de perder o direito de organizar a competição daqui a quatro anos e meio, mas afirmou que eles precisam melhorar o nível da preparação para o torneio.

"Tenho o sentimento aparente de que os próximos quatro ou seis meses serão cruciais para evitar qualquer escorregão crítico nos projetos esportivos e de infra-estrutura para proteger a credibilidade mundial do projeto da Euro", disse Platini durante reunião do comitê-executivo da Uefa para avaliar a organização do evento.

A Uefa reconheceu que os preparativos foram prejudicados pela instabilidade política nos dois países desde que eles foram declarados sede da competição, em abril de 2006.

Platini pediu aos governos de ambos os países que definam equipes próprias para a organização com o intuito de monitorar de perto "todos os projetos relacionados com a Euro 2012".

Michal Listkiewicz, presidente da associação de futebol da Polônia, disse à Reuters: "É verdade que estamos atrás em alguns projetos devido à turbulência política no ano passado, mas estamos confiante que tudo voltará ao programado."

Em comunicado, a Uefa disse que tomou uma "decisão momentânea" em abril e deu um recado claro à Europa central e do leste ao decidir realizar a competição em Polônia e Ucrânia.

"A Uefa está totalmente comprometida a fazer tudo que for possível nos próximos meses para assistir e ajudar as duas associações nos níveis administrativo e de aconselhamento para garantir o sucesso do projeto", acrescentou Platini.

(Reportagem adicional de Zoran Milosavljevic)

 
<p>O presidente da UEFA, Michel Platini, durante confer&ecirc;ncia em mar&ccedil;o de 2007. Pol&ocirc;nia e Ucr&acirc;nia foram avisadas pelo presidente da Uefa, Michael Platini, nesta quarta-feira, para acelerarem os preparativos visando a Eurocopa de 2012. Photo by David Mdzinarishvili</p>