30 de Outubro de 2007 / às 22:02 / 10 anos atrás

Alexandre Pato é candidato a herói do Brasil na Copa-2014

Por Tatiana Ramil

SÃO PAULO (Reuters) - Alexandre Pato no ataque. Felipe ou Diego Cavalieri no gol. Esse pode ser parte do time do Brasil para a Copa do Mundo em casa, daqui a sete anos, segundo especialistas.

Pato, 18 anos, foi o mais lembrado como candidato a herói da seleção brasileira para o Mundial de 2014, confirmado no Brasil pela Fifa nesta terça-feira.

"Se pudesse fazer uma aposta, o Pato pode ser futuramente o maior nome da seleção", disse à Reuters o ex-jogador do Brasil nas Copas de 1982 e 1986 Júnior.

A comentarista esportiva e vereadora por São Paulo Soninha Francine (PPS) e o técnico Antonio Lopes também apostam no atacante do Milan.

"É um jogador de talento enorme, que tem a idade tenra, sem dúvida é um dos que poderia estar lá (na Copa de 2014)", afirmou Lopes.

Pato foi revelado pelo Internacional e, pouco depois de fazer seu primeiro jogo no time principal da equipe gaúcha, conquistou o título do Mundial Interclubes, em dezembro de 2006. Em agosto, foi vendido ao Milan por cerca de 30 milhões de dólares, de acordo com a mídia italiana.

Para o gol, Soninha acredita em Felipe, do Corinthians, ou Diego Cavalieri, do Palmeiras: "São duas boas revelações", disse. Ela citou ainda o zagueiro Breno, do São Paulo, como atleta provável para estar no time que carregará a pressão de jogar uma Copa em casa após 64 anos.

Outro zagueiro cotado é Juninho, do Botafogo. "É um zagueiro com potencial, sabe se colocar em campo e tem um chute muito forte", declarou o técnico Cuca, do time carioca.

E KAKÁ E ROBINHO?

Sobre os atuais astros da seleção Kaká e Robinho, com 25 e 23 anos, respectivamente, as opiniões se dividem. Ronaldinho Gaúcho, hoje com 27, não foi lembrado.

"Robinho e Kaká já terão passado por uma outra Copa do Mundo e com certeza estarão ainda na ativa em 2014. Hoje em dia, (jogar) com 30 anos não é um problema para ninguém", disse Júnior.

Soninha discorda. "É possível, mas acho que eles já terão sido superados pelos mais novos. Mesmo que estejam jogando em bom nível, não acredito".

O tetracampeão Zagallo, que conquistou títulos como jogador, técnico e auxiliar, preferiu não citar nomes, mas defende que "quem jogar em 2010 sai na frente".

Já o ex-jogador Bebeto torce para que seu filho Matheus, de 13 anos, esteja em campo na Copa de 2014. Matheus, homenageado pelo pai após um gol contra a Holanda, nas quartas-de-final do Mundial de 1994, joga desde os 9 anos de idade no Flamengo.

Com reportagem adicional de Pedro Fonseca no Rio de Janeiro

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below