30 de Outubro de 2007 / às 14:42 / 10 anos atrás

Fifa confirma Brasil para sediar Copa do Mundo de 2014

Por Mike Collett

ZURIQUE (Reuters) - Agora é oficial. O Brasil vai receber a Copa do Mundo de 2014, após o presidente da Fifa, Joseph Blatter, confirmar nesta terça-feira o país, que era candidato único, como sede da competição, numa decisão unânime.

"Quando surgiu a candidatura da Colômbia, por pouco tempo fiquei esperando uma competição, mas quando a Colômbia retirou sua candidatura....tivemos um enorme desafio de analisar a candidatura única", disse Blatter, tratando o Brasil como um "continente".

O presidente da Fifa acrescentou que a apresentação do Brasil foi "extraordinária" e colocou entre as vantagens que o país terá ao realizar um dos maiores eventos esportivos do mundo a proteção da Floresta Amazônica.

O anúncio foi feito na sede da entidade máxima do futebol mundial, em Zurique, na Suíça, diante de uma platéia ilustre que tinha como convidado principal o presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Lula só assistiu à apresentação brasileira e não discursou, como chegou a ser cogitado.

A última defesa da campanha brasileira aconteceu por 30 minutos nesta manhã, com participação do presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), Ricardo Teixeira, do ministro dos Esportes, Orlando Silva, e do escritor Paulo Coelho.

Também fizeram parte da comitiva brasileira o técnico Dunga e o atacante Romário. Governadores de 12 Estados interessados em receber jogos da Copa do Mundo também estão em Zurique.

Ricardo Teixeira fez um apelo à Fifa afirmando que a Copa será mais do que um evento esportivo para o Brasil e ajudará a transformar a nação.

"A Copa do Mundo vai muito além de um evento esportivo, será uma ferramenta para transformação social e deixará um legado duradouro para a população brasileira", disse Teixeira, que é um dos membros do comitê-executivo da Fifa.

Ao comparar futebol com sexo, Coelho arrancou risadas dos presentes, inclusive do presidente Blatter.

"Já vi pessoas discutindo cinco horas sobre um jogo, e nunca vi ninguém ficar discutindo cinco horas uma relação sexual. Pelo menos a emoção do futebol dura mais", brincou o escritor.

Após a apresentação brasileira, Blatter voltou ao palco e disse que, mesmo não devendo, ia confessar que ficou bastante impressionado com o esforço do Brasil.

"Fiquei realmente impressionado com toda a preocupação ecológica e com o fato de terem trazido aqui a Zurique o Paulo Coelho. Ele tem um senso de humor muito específico. Isso é o futebol, e isso é o Brasil", disse Blatter, antecipando o sinal verde da Fifa à proposta brasileira.

Texto de Pedro Fonseca

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below