1 de Julho de 2008 / às 17:09 / 9 anos atrás

Uefa elogia jogo ofensivo da campeã Espanha

Por Alexandra Hudson

VIENA (Reuters) - O jogo aberto e ofensivo da Espanha na Euro 2008 foi elogiado pela Uefa na segunda-feira. O meia Xavi recebeu elogios especiais e foi eleito o melhor jogador do torneio.

"Escolhemos Xavi porque achamos que ele resume o estilo espanhol de jogar", disse Andy Roxburgh, chefe da delegação técnica da Uefa, em uma entrevista coletiva.

"Ele foi extremamente influente na posse de bola, passes e avanços da Espanha."

A Espanha, que derrotou a Alemanha por 1 x 0 na final, teve nove jogadores selecionados pelo órgão que controla o futebol europeu para a "seleção do torneio".

O gol espanhol foi marcado pelo atacante Fernando Torres, que fez um bonito gol no primeiro tempo. A vitória da Espanha foi a primeira em um grande campeonato em 44 anos.

"O time espanhol não tentou ser outro. Eles mantiveram sua filosofia. Eles podem manter a bola sob imensa pressão", acrescentou Roxburgh.

"Para sintetizar o futebol espanhol -- eles levam a bola perto de seus corações. Eles amam a bola, adoram fazer o básico. Porque amam a bola, não deixam que ela fuja. Eles têm talento individual e habilidade coletiva".

O time do técnico Luis Aragones dominou a equipe da Uefa no torneio, e Roxburgh disse que a delegação deveria ter escolhido ainda mais espanhóis.

"Claramente, houve vários jogadores que se destacaram", acrescentou, ressaltando que o goleiro espanhol Iker Casillas e o zagueiro Carles Puyol foram impressionantes.

"O primeiro comentário que nosso grupo fez foi que eles simplesmente deveriam ter pego o time da Espanha. Poderíamos ter colocado uns 13 ou 14 jogadores da Espanha ali sem piscar".

Seleção do torneio:

Goleiros: Gianluigi Buffon (Itála), Iker Casillas (Espanha), Edwin van der Sar (Holanda).

Defensores: Jose Bosingwa (Portugal), Philipp Lahm (Alemanha), Carlos Marchena (Espanha), Pepe (Portugal), Carles Puyol (Espanha), Yuri Zhirkov (Rússia).

Meias: Hamit Altintop (Turquia), Luka Modric (Croácia), Marcos Senna (Espanha), Xavi (Espanha), Konstantin Zyryanov (Rússia), Michael Ballack (Alemanha), Cesc Fabregas (Espanha), Andres Iniesta (Espanha), Lukas Podolski (Alemanha), Wesley Sneijder (Holanda).

Atacantes: Andrei Arshavin (Rússia), Roman Pavlyuchenko (Rússia), Fernando Torres (Espanha), David Villa (Espanha).

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below