Adriano diz querer que Argentina tenha medo

sexta-feira, 30 de maio de 2008 19:14 BRT
 

RIO DE JANEIRO (Reuters) - O atacante brasileiro Adriano disse nesta sexta-feira que quer que a Argentina tenha medo dele.

Convocado novamente para a seleção brasileira pela segunda vez desde o último mundial, Adriano tem um bom histórico contra a Argentina, adversária do Brasil pelas eliminatórias da Copa do Mundo de 2010 no Mineirão em Belo Horizonte no dia 18 de junho.

O imperador marcou um gol com o último chute do jogo na final da Copa América de 2004, quando o Brasil empatou a partida por 2 a 2 antes de ganhar nos pênaltis e marcou dois tentos na vitória por 4 a 1 na final da última Copa das Confederações.

"Vou fazer de tudo para que eles fiquem com mais medo de mim", disse Adriano ao site Terra (www.terra.com.br) em uma entrevista em Seattle, onde o Brasil enfrenta o Canadá em um amistoso no sábado.

Questionado sobre se a Argentina era sua vítima favorita, ele respondeu: "Com certeza, com certeza".

"Espero poder repetir (os gols) no Mineirão".

Adriano começou vida nova desde que se juntou aos atuais campeões brasileiros do São Paulo em um empréstimo feito pela Inter de Milão, time em que passou por má fase, lutando para recuperar a forma física.

O imperador elogiou o São Paulo, onde ele marcou 16 gols na temporada: "O São Paulo é o clube que me trouxe de volta à seleção. Estou muito feliz".

Adriano ainda acrescentou que a decisão da Inter de demitir o técnico Roberto Mancini na quinta-feira seria boa para ele.   Continuação...