Derrota em Manchester aumenta pressão sobre elenco do Barcelona

quarta-feira, 30 de abril de 2008 10:27 BRT
 

Por Simon Baskett

MADRI (Reuters) - Menos de dois anos após ter conquistado uma vitória magnifica na Liga dos Campeões, o Barcelona enfrenta duras críticas a seus jogadores após a eliminação diante do Manchester United nas semifinais da competição.

"Esse time está acabado", foi a manchete de capa do jornal de Barcelona Sport, nesta quarta-feira. "O fim de uma era", disse o diário El Mundo Deportivo.

Mesmo antes da partida, a mídia catalã já vinha apontando as armas e pedia por uma limpeza do elenco no final da temporada. Mas a derrota por 1 x 0 no Old Trafford aumentou o sentimento de urgência pelas mudanças.

Ronaldinho, o grande responsável por levar o Barcelona a dois títulos seguidos na Espanha e ao triunfo na Liga dos Campeões em 2006, já está com um pé fora do clube.

O técnico Frank Rijkaard, o meia Deco, os defensores Rafael Márquez, Gianluca Zambrotta e Lilian Thuram e o atacante Thierry Henry são os outros integrantes da equipe na lista de dispensa exigida pelos jornais.

Apesar de Rijkaard ter negado que tenha intenção de pedir demissão, os jogadores admitiram que chegou o momento de refletir sobre a queda de rendimento da equipe nas duas últimas temporadas.

"Cada um tem uma parte de culpa e nós temos que pensar o que pode ser feito para que este time volte a ser vencedor", disse o português Deco a repórteres depois do jogo.

"Um clube como o Barcelona não pode passar dois anos sem conquistar um troféu. Na liga, caímos em momentos importantes e não conseguimos chegar a nenhuma final. Temos que pensar cuidadosamente e discutir isso com o clube."   Continuação...

 
<p>O t&eacute;cnico do Barcelona, Frank Rijkaard (esq) consola o atacante Lionel Messi ap&oacute;s derrota na semi-final da Liga dos Campe&otilde;es, dia 29 de abril. Menos de dois anos ap&oacute;s ter conquistado uma vit&oacute;ria magnifica na Liga dos Campe&otilde;es, o Barcelona enfrenta duras cr&iacute;ticas a seus jogadores ap&oacute;s a elimina&ccedil;&atilde;o diante do Manchester United na competi&ccedil;&atilde;o. Photo by Phil Noble</p>