Com novos donos, Manchester City planeja a próxima década

terça-feira, 23 de setembro de 2008 13:34 BRT
 

Por Mike Collett

LONDRES (Reuters) - O presidente interino do Manchester City, Khaldoon Al Mubarak, disse nesta terça-feira que os novos donos do clube planejam levantar uma dinastia nos próximos dez anos, tendo o técnico Mark Hughes como peça-chave na construção do sucesso.

Em declaração no site do clube (www.mcfc.co.uk), Al Mubarak prometeu aos sofridos torcedores: "Nada radical vai acontecer, não vamos fazer loucuras."

"Vamos trabalhar com Garry Cook (presidente) e Mark. Eles dão as cartas e nós estamos aqui para ajudar a construir um time sustentável", acrescentou.

"Deixei claro a Mark que pode pedir qualquer jogador que quiser. É ele quem toma as decisões sobre futebol. Sou um torcedor, não um especialista", disse.

"Estamos aqui como investidores de longo prazo, e faz sentido pensarmos em uma dinastia. Com Mark e Garry, acho que começamos uma."

A compra do time do ex-dono Thaksin Shinawatra será finalizada ainda nesta terça-feira, deixando o xeque Mansour bin Zayed al Nahyan e seu grupo Abu Dhabi United Group a cargo do estádio do Manchester, que teve com principal reforço para a temporada o brasileiro Robinho.

CLUBE MAIS RICO

A chegada do bilionário do Oriente Médio torna o Man City o clube mais rico da liga inglesa, tomando o cetro sustentado nos últimos cinco anos pelo Chelsea, sob propriedade do russo Roman Abramovich.   Continuação...