Doping causa a suspensão de cinco russos da marcha atlética

terça-feira, 23 de setembro de 2008 16:49 BRT
 

MOSCOU (Reuters) - Cinco fundistas russos da marcha atlética, incluindo um detentor do recorde mundial, foram banidos por doping, informou a Federação Russa de Atletismo na terça-feira.

Sergei Morozov, que possui o recorde mundial na marcha de 20 quilômetros, Vladimir Kanaikin, Viktor Burayev, Alexei Voevodin e Igor Yerokhin foram banidos por dois anos depois de testarem positivo para a substância EPO.

"Eles haviam sido reprovados em um teste para EPO e depois de uma audiência do conselho de antidoping da nossa federação no dia 9 de setembro, cada um dos cinco atletas foi banido por dois anos", disse o Secretário Geral Vladimir Usachyov segundo a agência de notícias All Sport.

"As duas amostras, A e B, dos cinco atletas estavam positivas e não tivemos outra escolha se não suspendê-los por dois anos."

Os cinco foram forçados a perder os Jogos Olímpicos no mês passado.

Kanaikin, de 23, e Morozov, de 20, eram os favoritos à medalha de ouro na prova de 20 quilômetros em Pequim, depois de quebrarem recordes na distância nos últimos 12 meses.

Kanaikin tirou cinco segundos do recorde anterior da prova na final do Grand Prix no ano passado em sua cidade natal de Saransk, antes de Mozorov baixar a marca em mais 30 segundos nos campeonatos nacionais russos.

Yerokhin, de 23, e Burayev, de 25, também conseguiram bons resultados em campeonatos mundiais ou europeus nos últimos anos, enquanto Voevodin, de 27 anos venceu o bronze nos 50 quilômetros na Olimpíada de Atenas.

Todos os cinco vivem em Saranske e foram treinados por Viktor Chegin, que também trabalha como técnico principal da seleção russa de atletismo.