Kovalainen ainda não quer ajudar Hamilton

sexta-feira, 26 de setembro de 2008 11:19 BRT
 

CINGAPURA (Reuters) - Se o britânico Lewis Hamilton vencer o campeonato de Fórmula 1 nesta temporada, não será graças a seu companheiro de equipe Heikki Kovalainen - pelo menos por enquanto.

Hamilton larga no Grande Prêmio de Cingapura neste domingo com um ponto de vantagem sobre Felipe Massa - 78 a 77 - , faltando quatro corridas das dezoito para o fim da temporada.

Mas Kovalainen disse que os chefes da McLaren não emitiram nenhuma ordem exigindo que o finlandês ajude Hamilton em sua luta contra o brasileiro da Ferrari.

"A equipe não me deu nenhuma instrução para fazer algo em particular, então vou ver como fica a situação", sorriu o piloto de 26 anos quando indagado sobre sua tática para a primeira corrida noturna da categoria, no domingo, em Cingapura.

"O bom é que posso decidir eu mesmo como está a situação."

Kovalainen concordou que pode ter um papel-chave na decisão do título e que também pode ajudar a causa da McLaren tirando tantos pontos quanto possível da Ferrari.

"Obviamente o objetivo para mim é tentar marcar mais pontos e conseguir o melhor resultado todas as vezes que correr", disse ele.

"É assim que encaro o fim de semana. Se tiver a chance de vencer a corrida, vou tentar."

"Acho que a melhor coisa que posso fazer pela equipe é tentar tirar tantos pontos quanto possível das outras equipes."

Kovalainen está em sexto no campeonato, 27 pontos atrás de Hamilton.

A Ferrari lidera o campeonato de construtores com 134 pontos, diante dos 129 da McLaren.

 
<p>Piloto da McLaren Heikki Kovalainen durante treino livre, nesta quinta-feira, para o GP de Cingapura de F&oacute;rmula 1, que acontece no domingo. REUTERS/Vivek Prakash</p>