27 de Setembro de 2008 / às 18:24 / 9 anos atrás

Diego marca na vitória do Werder por 5 x 4 sobre Hoffenheim

<p>Brasileiro do Werder Bremen Diego marco bonito gol na vit&oacute;ria da equipe por 5 x 4 sobre o Hoffenheim no Campeonato Alem&atilde;o, neste s&aacute;bado.Christian Charisius</p>

Por Kevin Fylan

BERLIM (Reuters) - O Werder Bremen assistiu à uma tentativa de reação heróica do recém-promovido à primeira divisão da Alemanha Hoffenheim, neste sábado, mas venceu a partida por 5 x 4, com gol do brasileiro Diego, enquanto o Bayern de Munique perdeu por 1 x 0 para o Hanover 96.

O Bremen, que goleou o Bayern no final de semana passado por 5 x 2, manteve o mesmo pique de sua partida anterior e, jogando em casa, abriu uma vantagem de 4 x 1 em cima do Hoffenheim ainda no primeiro tempo.

Os visitantes se recuperaram e empataram em 4 x 4, mas o Bremen, jogando com dez homens, conseguiu o gol da vitória já no final, com Mesut Ozil.

Enquanto o Bremen estava a mil por hora, o Bayern parecia estar em marcha lenta diante do Hanover, que fez o único gol da partida na cobrança de falta de Szabolcs Huszti e manteve a vantagem sem maiores problemas.

O Hamburgo lidera a tabela do campeonato com 13 pontos em seis jogos depois da vitória em casa por 1 x 0 em cima do Borussia Moenchenglabach, graças ao gol de Mladen Petric. O Bayer Leverkusen está em segundo na classificação, com 12 pontos, após a tensa vitória por 3 x 2 sobre o Bochum.

O Bremen está em terceiro lugar, com 11 pontos, graças à profusão de gols dos últimos jogos, enquanto isso o Bayern, com apenas duas vitórias nesse início de temporada, está na nona colocação, com oito pontos.

ERRO DO GOLEIRO

Mais uma vez o Bayern foi derrotado por causa de um erro de seu goleiro Michael Rensing, que não foi rápido bastante para defender uma cobrança de falta inteligente de Huszti, aos 23 minutos de jogo.

Franck Ribery, recuperado de uma contusão no joelho, saiu do banco para fazer sua segunda participação da temporada, mas nem mesmo o craque francês foi capaz de inspirar uma reação.

A falta de pegada no ataque será motivo de preocupação para o técnico Juergen Klinsmann antes do jogo de terça-feira pela Liga dos Campeões contra o Olympique de Lyon.

O Werder, ao contrário, mal consegue parar de fazer gols antes de sua viagem para enfrentar a Inter de Milão, na quarta-feira, também pela Liga dos Campeões.

Ozil marcou um gol igual ao que fez contra o Bayern no sábado passado para abrir o placar, disparando um chute de 20 metros que passou perto da trave, antes do empate do Hoffenheim com Demba Ba.

Os donos da casa recuperaram a vantagem na partida quase que imediatamente, com Claudio Pizarro, e com um meio voleio do brasileiro Diego. Aaron Hunt fez 4 x 1 com um chute de fora da área.

O Hoffenheim descontou um gol antes do intervalo numa cobrança de falta de 25 metros de Sejad Salihovic e Vedad Ibisevic fez 4 x 3 numa cobrança de pênalti já no segundo tempo.

Quase no mesmo momento, o Werder teve Per Mertesacker expulso por ter derrubado Ibisevic e Marvin Compper marcou de cabeça o gol de empate quando faltavam 20 minutos para o final da partida.

Tempo mais do que suficiente para um grande final e ele aconteceu quando Ozil disparou um chute de longe para marcar o seu segundo na partida e garantir a vitória do Werder Bremen.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below