Alonso diz que Renault é sua primeira opção para 2009

segunda-feira, 29 de setembro de 2008 10:09 BRT
 

CINGAPURA (Reuters) - A surpreendente vitória de Fernando Alonso no domingo em Cingapura colocou a Renault na pole position para manter seu piloto bicampeão mundial na temporada de 2009, apesar de o espanhol ter dito após a prova que nada havia mudado.

"Eu não disse isso", respondeu o espanhol, quando questionado se a vitória significava sua permanência na equipe. "Esta vitória também é graças ao enorme esforço que eles estão fazendo com o carro deste ano e do ano que vem, mas não está alterando a decisão para o ano que vem."

"A Renault será minha primeira prioridade porque me sinto em casa nesta equipe", acrescentou Alonso, de 27 anos, que largou em 15o lugar em Cingapura e declarou antes da corrida que só um milagre lhe daria a vitória.

Alonso voltou neste ano à Renault, depois de uma malfadada temporada na McLaren, onde venceu quatro corridas, mas se desentendeu com a direção e com o entaão companheiro de equipe, Lewis Hamilton.

A vitória no GP noturno de domingo, ajudada pela presença do carro de segurança na pista, foi a primeira do espanhol em mais de um ano, e também a primeira da Renault desde que Alonso se sagrou bicampeão, em 2006.

A equipe francesa chegou a Cingapura amargando o quinto lugar no Mundial de Construtores e sem ambições de vencer novamente neste ano.

O mercado dos pilotos está praticamente parado à espera da decisão de Alonso, já que Honda e BMW-Sauber só devem anunciar sua formação de 2009 após saberem o destino do espanhol.

A Ferrari seria a primeira opção dele, mas a equipe italiana já anunciou neste mês que pretende repetir a dupla Felipe Massa-Kimi Raikkonen até 2010.

Com a vitória em Cingapura, onde a Ferrari não pontuou e o líder Hamilton chegou apenas em terceiro, a Renault passou ao quarto lugar no Mundial.

"Começamos a temporada bem longe da pole position e das principais equipes, e agora estamos muito mais próximos", disse ele em entrevista coletiva. "Então somos definitivamente uma das equipes que mais melhorou seu carro, mas talvez não fosse difícil, porque no início da temporada não estávamos no nível correto."

(Por Alan Baldwin)

 
<p>Piloto da Renault Fernando Alonso comemora vit&oacute;ria no GP de Cingapura, no domingo. REUTERS/Tim Wimborne</p>