McLaren diz que aprendeu lição do campeonato de 2007

terça-feira, 30 de setembro de 2008 09:42 BRT
 

Por Alan Baldwin

LONDRES (Reuters) - A McLaren, líder do campeonato da Fórmula 1, reconheceu ter pressionado o piloto Lewis Hamilton no ano passado e aprendeu com a perda do título, disse o chefe da equipe, Martin Whitmarsh.

"Acho que uma fraqueza inerente à equipe e a Lewis causou, no ano passado, o desejo esmagador de vencer a corrida a qualquer custo", disse Whitmarsh, segundo o jornal britânico Guardian, na terça-feira.

"Isso é mais perdoável em Lewis. Você espera isso de um piloto jovem", acrescentou. "Nós, como equipe, devíamos ter sido mais disciplinados do que fomos."

"Queríamos que ele vencesse e o pressionamos demais quando não precisávamos. Os campeonatos não são vencidos dessa maneira", continuou o chefe. "O ano passado foi um exemplo disso."

"Isso é justificável para Lewis em seu primeiro ano, mas o mesmo não é para nós, como equipe".

A McLaren lidera ambos os campeonatos a três corridas do final. Hamilton, 23, está sete pontos à frente do brasileiro Felipe Massa, da Ferrari, e seu time tem um ponto a mais que a equipe rival italiana.

Hamilton também liderava o campeonato no ano passado, mas perdeu por um ponto para Kimi Raikkonen, da Ferrari.

 
<p>O chefe da McLaren, Martin Whitmarsh, reconheceu ter pressionado o piloto Lewis Hamilton no ano passado e disse que aprendeu com a perda do t&iacute;tulo em 2007. A equipe &eacute; l&iacute;der do campeonato de F&oacute;rmula 1 e est&aacute; a tr&ecirc;s corridas da final. REUTERS/Gonzalo Fuentes</p>