Red Bull culpa bonde por abandono de Webber em Cingapura

quinta-feira, 2 de outubro de 2008 15:57 BRT
 

LONDRES (Reuters) - A equipe Red Bull afirmou que uma linha de bonde causou o problema mecânico que obrigou o piloto Mark Webber a abandonar a corrida de Cingapura, no último domingo.

O australiano, que tem sido perseguido pela má sorte em uma carreira de 118 corridas na Fórmula 1, estava a caminho do pódio na primeira prova noturna da categoria quando a caixa de câmbio de seu carro tentou selecionar duas marchas ao mesmo tempo e quebrou, na volta de número 30.

O diretor da equipe, Christian Horner, disse à revista britânica Autosport, na quinta-feira, que uma aparente oscilação na corrente elétrica na curva 13 tinha sido responsável pelo problema de Webber.

"Uma linha de bonde corre embaixo da pista e parece que a energia estática de um bonde que passava no momento em que Mark estava na curva passou através do chão", disse Horner.

Webber estava posicionado logo atrás do eventual vencedor da corrida, o espanhol Fernando Alonso, no momento do incidente, e poderia ter terminado em segundo lugar, já que tinha parado nos boxes antes do safety car entrar na pista pela primeira vez.

(Reportagem de Alan Baldwin)

 
<p>O piloto de F&oacute;rmula 1, Mark Webber, da Austr&aacute;lia participa da prova de qualifica&ccedil;&atilde;o para o Grande Pr&ecirc;mio de Cingapura em 27 de setembro. REUTERS/Tim Wimborne</p>