12 de Outubro de 2008 / às 16:07 / em 9 anos

Imprensa uruguaia lamenta jogo fraco diante da Argentina

<p>O argentino Javier Zanetti chuta a bola pr&oacute;ximo a Cristian Rodriguez durante jogos classificat&oacute;iros para a Copa de 2010, no dia 11 de outubro. A imprensa uruguaia lamentou neste domingo o fraco desempenho de sua sele&ccedil;&atilde;o em um encontro cl&aacute;ssico marcado por faltas em que seu pa&iacute;s perdeu para a Argentina em partida v&aacute;lida pela eliminat&oacute;ria sul-americana para a Copa de 2010.Enrique Marcarian (ARGENTINA)</p>

MONTEVIDÉU (Reuters) - A imprensa uruguaia lamentou neste domingo o fraco desempenho de sua seleção em um encontro clássico marcado por faltas em que seu país perdeu para a Argentina em partida válida pela eliminatória sul-americana para a Copa de 2010.

O Uruguai perdeu por 2 x 1 para a seleção argentina no jogo disputado sábado, em Buenos Aires, e ocupa a quinta colocação com 12 pontos. A Argentina está em segundo lugar, com 16 pontos.

"O clássico não mostrou muito futebol, mas patadas e muito jogo sujo", publicou o jornal El País.

As equipes "trocaram golpes, insultos e reclamaram muito com o árbitro, mas futebol foi pouco ou nada", escreveu o La República.

A Argentina abriu o placar aos seis minutos do primeiro tempo com o atacante Lionel Messi, Sergio Agüero ampliou a vantagem aos 13.

O zagueiro uruguaio Diego Lugano descontou para os visitantes aos 40 minutos.

"O Uruguai não se encontrou em campo, não conseguiu conter o adversário e somente o vigor e a garra de Lugano eram o que restava", afirmou o El Observador.

"O Uruguai foi uma acúmulo de vontade sem ordenação", acrescentou.

O jogo foi interrompido várias vezes pelas faltas de ambas as seleções e o árbitro paraguaio Carlos Torres mostrou cartão a dez jogadores durante a partida.

Entretanto, para a imprensa uruguaia, Torres deveria ter sido mais firme e rigoroso nas punições.

"Poucos cartões para muitas faltas, em alguns momentos a partida era quase uma sucessão de golpes e assobios", disse o La República.

"O incrível é que as duas seleções terminaram a partida sem receber cartão vermelho", comentou o El País.

A seleção argentina, com estrelas como Messi, Agüero, Carlos Tevez e Juan Román Riquelme, também foi objeto de crítica da imprensa uruguaia.

"A Argentina se postou atrás (na defesa), em uma partida muito disputada e acabou pedindo o encerramento do jogo", disse o El Observador.

O Uruguai enfrenta a Bolívia, em La Paz, na terça-feira, enquanto a Argentina joga contra o Chile, em Santiago, na quarta-feira.

Reportagem de Conrado Hornos

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below