12 de Outubro de 2008 / às 19:48 / 9 anos atrás

Jankovic e Kunitsyn são os campeões do Torneio de Moscou

<p>O russo Igor Kunitsyn beija trof&eacute;u depois de derrotar o compatriota Marat Safin no Torneio de Moscou, no dia 12 de outubro. O pouco conhecido Igor Kunitsyn superou o ex-n&uacute;mero 1 do mundo Marat Safin por 7-6, 6-7 e 6-3 e ficou com o t&iacute;tulo do Torneio de Moscou, numa final totalmente russa, neste domingo. REUTERS/Grigory Dukor (RUSSIA)</p>

Por Gennady Fyodorov

MOSCOU (Reuters) - O pouco conhecido Igor Kunitsyn superou o ex-número 1 do mundo Marat Safin por 7-6, 6-7 e 6-3 e ficou com o título do Torneio de Moscou, numa final totalmente russa, neste domingo.

Mais cedo, a atual número 1 do mundo, Jelena Jankovic, não deu chances a Vera Zvonareva e levou o título, o seu terceiro consecutivo, da chave feminina com o placar de 6-2 e 6-4.

Número 71 no ranking, Kunitsyn, que disputou sua primeira final da ATP, conquistou uma quebra decisiva no sexto game do último set e manteve os nervos sob controle para selar a vitória com um ace no meio da quadra.

“Isso é mais do que meus maiores sonhos,” disse Kunitsyn aos repórteres.

“Nunca imaginei que derrotaria Marat na final em Moscou,” acrescentou o jogador de 27 anos de Vladivostok, que levou para casa 171 mil dólares pela vitória para mais do que duplicar seu faturamento este ano.

Safin, sétimo cabeça-de-chave e lutando para conquistar seu primeiro título em quase quatro anos, chegou à final sem jogar a semi, já que seu adversário, o alemão Mischa Zverev, se retirou do torneio por causa de uma doença, no sábado.

O russo não sabe o que é vencer um torneio desde o título no Aberto da Austrália em janeiro de 2005.

“Só posso culpar a mim mesmo,” disse Safin, que também perdeu para o compatriota Nikolay Davydenko na final de 2006 em Moscou.

“Se eu tivesse vencido o primeiro set, teria sido outra história, mas ele ganhou confiança ao longo da partida, jogou bem no final e mereceu a vitória,” completou Safin.

JANKOVIC FOCADA

Jankovic, fazendo sua estréia em Moscou, quebrou o saque de Zvonareva duas vezes no primeiro set em pouco mais de meia hora de jogo.

Totalmente em forma, a sérvia, que também havia derrotado a russa em seu caminho para conquistar o título em Stuttgart e Pequim nas duas últimas semanas, liderava por 4-2 no segundo set, mas permitiu que a sétima cabeça-de-chave devolvesse a quebra e empatasse em 4-4.

A primeira cabeça-de-chave, no entanto, conseguiu quebrar o serviço da adversária novamente no nono game e partiu para a vitória após 81 minutos de jogo quando Zvonareva colocou uma bola para fora da quadra de forehand num matchpoint.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below