Técnico da França diz que pressão para saída não preocupa

segunda-feira, 13 de outubro de 2008 17:41 BRT
 

Por Patrick Vignal

PARIS (Reuters) - O técnico da seleção francesa de futebol, Raymond Domenech, está preocupado somente em conseguir um bom desempenho de sua equipe no amistoso de terça-feira contra a Tunísia, e disse que não se importa com as decisões que serão tomadas em uma reunião no meio desta semana que poderá decidir seu futuro no cargo.

Domenech, mantido no posto sabendo que precisava de resultados depois da rápida eliminação da França na Eurocopa 2008, irá descobrir depois de uma reunião da Federação Francesa de Futebol (FFF), na quarta-feira, se continuará ou não no comando da equipe.

"Não é problema meu", disse Domenech a jornalistas na segunda-feira, quando perguntado sobre a reunião. "A única coisa que conta para mim é que o time se classifique para a Copa do Mundo".

O empate conseguido pela França por 2 x 2 contra a Romênia, no Grupo 7 das eliminatórias européias da Copa do Mundo, fez com que a posição de Domenech ficasse mais confortável.

A seleção francesa perdia por 2 x 0, e Domenech, que já foi criticado pelo presidente da FFF, Jean-Pierre Escalettes, por se comunicar mal, foi discreto e achou as palavras certas para motivar sua equipe no intervalo do jogo.

Mais importante ainda, a vice-campeã mundial em 2006 jogou como uma equipe, com jogadas inteligentes do novo armador Yoann Gourcuff, e do atacante Franck Ribery, que está de volta após um longo período lesionado.

A melhor maneira para Domenech se preparar para a reunião de quarta-feira será demonstrar um desempenho convincente de sua equipe contra a Tunísia, no Stade de France.

Domenech, que possui uma relação complicada com alguns de seus jogadores e com a imprensa, recebeu o apoio de membros importantes da equipe, começando por Ribery e pelo atacante Thierry Henry, que foi o capitão na partida de sábado.   Continuação...

 
<p>O t&eacute;cnico da sele&ccedil;&atilde;o francesa, Raymond Domenech, conduz treino em 7 de outubro. Domenech, est&aacute; preocupado somente em conseguir um bom desempenho de sua equipe no amistoso de ter&ccedil;a-feira contra a Tun&iacute;sia, e disse que n&atilde;o se importa com as decis&otilde;es que ser&atilde;o tomadas em uma reuni&atilde;o no meio desta semana que poder&aacute; decidir seu futuro no cargo. REUTERS/Benoit Tessier</p>