Raikkonen promete ajudar Massa em disputa do título da F1

quarta-feira, 15 de outubro de 2008 15:06 BRT
 

LONDRES (Reuters) - O piloto Kimi Raikkonen, da Ferrari, prometeu nesta quarta-feira fazer o possível para ajudar seu companheiro de equipe, o brasileiro Felipe Massa, a conquistar o campeonato mundial de Fórmula 1, agora que suas esperanças de ser bicampeão já se esgotaram.

"Xangai é um circuito que exige muito dos pilotos, e eu realmente gosto", disse o finlandês ao site da Ferrari (www.ferrariworld.com) antes do Grande Prêmio da China, no próximo domingo, a penúltima corrida da temporada.

"Nosso objetivo é conseguir uma dobradinha da Ferrari. Eu farei de tudo para ajudar Felipe e a equipe a conseguirem os resultados que queremos."

Massa está a cinco pontos do líder do campeonato, o inglês Lewis Hamilton, com 20 pontos a serem disputados.

A Ferrari lidera o mundial de construtores, com 142 pontos. A McLaren tem 135.

Raikkonen venceu na China no ano passado antes de selar a vitória no campeonato por apenas um ponto, graças a ajuda de Massa, com uma dobradinha na Ferrari no Grande Prêmio do Brasil.

A pequena possibilidade do piloto finlandês defender seu título desapareceu no GP do Japão no último fim de semana, quando terminou em terceiro, ficando 21 pontos atrás de Hamilton.

O ex-piloto da McLaren culpou Hamilton, que começou na pole position no Japão e o companheiro dele, Heikki Kovalainen, por uma confusão na primeira curva que tirou suas chances de vitória.

"Não tenho a menor idéia do que os pilotos atrás de mim estavam pensando", disse o finlandês, que estava na frente de Hamilton na primeira curva mas foi forçado a abrir depois que o inglês de 23 anos cortou por dentro e freou atrasado.

"Eles frearam tão atrasados que foi impossível evitar o caos que seguiu. Foi um erro inexplicável dos dois carros da McLaren, que realmente me tiraram da luta pela vitória."

(Reportagem de Alan Baldwin)

 
<p>O piloto de F&oacute;rmula 1, Kimi Raikkonen, ap&oacute;s prova classificat&oacute;ria para o Grande Pr&ecirc;mio do Jap&atilde;o em 11 de outubro. Raikkonen, da Ferrari, prometeu nesta quarta-feira fazer o poss&iacute;vel para ajudar seu companheiro de equipe, o brasileiro Felipe Massa, a conquistar o campeonato mundial de F&oacute;rmula 1, agora que suas esperan&ccedil;as de ser bicampe&atilde;o j&aacute; se esgotaram REUTERS/Kim Kyung-Hoon</p>