Hamilton faz a pole na China e Massa larga em 3o lugar

sábado, 18 de outubro de 2008 10:06 BRT
 

Por Nick Mulvenney

XANGAI (Reuters) - O britânico Lewis Hamilton, da McLaren, ficou mais perto de conquistar o Mundial de pilotos da Fórmula 1 neste sábado ao conquistar a pole position para o Grande Prêmio da China, com o brasileiro Felipe Massa, seu principal rival na disputa do título, ficando em terceiro lugar.

O piloto de 23 anos, que pode se tornar o campeão mais jovem da Fórmula 1 se vencer a corrida de domingo e Massa não for ao menos o quarto colocado, largará ao lado do atual detentor do título, Kimi Raikkonen, na primeira fila. A prova é a penúltima do calendário deste ano da categoria.

"Fomos bem, como ocorreu em todo o final de semana. Estou bem psicologicamente. O treino foi bom e a classificação foi uma das minhas melhores", afirmou Hamilton a jornalistas.

"Minha primeira volta não foi muito boa, mas consegui melhorar para a última tentativa. Foi difícil, mas estou muito contente por ter conseguido aquela volta."

Massa afirmou que teve dificuldades na última sessão do treino classificatório, mas se manteve otimista para levar o campeonato para a última prova, que será em Interlagos no dia 2 de novembro.

"Gostaria de estar na frente. Tentarei fazer uma boa largada. É isso", afirmou o brasileiro. "Temos uma longa noite para pensar sobre amanhã. Estou confiante. Você nunca sabe o que vai acontecer na corrida."

O polonês Robert Kubica, da BMW, terceiro colocado no Mundial de pilotos e ainda brigando pelo título, com 12 pontos de desvantagem para Hamilton, não atingiu sequer a terceira parte do treino e vai largar em 11o.

Raikkonen também teve dificuldades com o acerto da sua Ferrari, mas acredita que pode estar melhor na corrida. "A McLaren esteve muito rápida, mas vamos ver amanhã como será tudo nas condições de corrida", disse.

As duas primeiras filas do grid serão exatamente iguais à do ano passado em Xangai, com o espanhol Fernando Alonso, da Renault, vencedor das últimas duas corridas, largando em quarto.

No ano passado, Hamilton tinha tudo para vencer o campeonato na China, mas abandonou a prova ao escapar na entrada do pitlane.