Nadal terminará 2008 como 1o do mundo mesmo com derrota em Madri

domingo, 19 de outubro de 2008 19:06 BRST
 

MADRI (Reuters) - Rafael Nadal tornou-se o primeiro tenista espanhol a assegurar o posto de número 1 do mundo ao final de uma temporada, apesar da derrota nas semifinais do Master Series de Madri.

Nadal desbancou o suíço Roger Federer do topo do ranking em agosto, depois de o suíço ter ostentado o posto de número 1 por quatro anos consecutivos.

Agora, o espanhol assegurou este lugar até o fim da temporada, já que Federer também foi eliminado nas semis de Madri, pelo britânico Andy Murray -- que sagrou-se campeão.

A derrota sofrida no sábado significa que o suíço, que ganhou pelo quinta vez consecutiva o Aberto dos EUA no mês passado, terminará uma temporada pela primeira vez desde de 2003 sem ser o número 1 do ranking da ATP.

"Estou feliz por terminar o ano como número 1. Era o meu primeiro objetivo, e consegui conquistá-lo", disse Nadal, de 22 anos, depois de ter sido derrotado pelo francês Gilles Simon por 3-6, 7-5 e 7-6 (8-6).

"Terminar o ano como número um é ainda mais especial. Além disso, estou muito feliz de dar esse tipo de conquista ao esporte espanhol, algo para a história espanhola e para nossa grande tradição no tênis."

O tenista também é o primeiro canhoto a conseguir este feito desde de o norte-americano John McEnroe em 1984.

Depois de conquistar seu quarto título consecutivo em Roland Garros, Nadal terminou com a escrita de Federer ser há cinco temporadas consecutivas o campeão de Wimbledon, ao vencer uma partida épica em cinco sets na final.

Outra marca histórica: o tenista nascido nas Baleares é o primeiro desde o sueco Bjorn Borg, em 1980, a ganhar Roland Garros e Wimbledon no mesmo ano.

Nadal coroou sua temporada conquistando a medalha de ouro nos Jogos Olímpicos de Pequim, antes de acabar com o reinado de 237 semanas de Federer no topo do ranking da ATP.

O espanhol lidera o circuito com oito títulos e um retrospecto de 80 vitórias e 10 derrotas.