McLaren quer corrida sem qualquer emoção no Brasil

segunda-feira, 20 de outubro de 2008 12:35 BRST
 

Por Alan Baldwin

LONDRES (Reuters) - A McLaren deseja que o Grande Prêmio do Brasil, o último da temporada, seja o mais tedioso possível a fim de garantir que Lewis Hamilton conquiste o primeiro título mundial da equipe em nove anos.

O britânico dominou de ponta a ponta o Grande Prêmio da China, no domingo, em Xangai, e abriu uma vantagem de sete pontos em relação ao brasileiro Felipe Massa, da Ferrari.

Se Hamilton, de 23 anos, terminar entre os cinco primeiros colocados em Interlagos, no dia 2 de novembro, se tornará o piloto mais jovem a sagrar-se campeão da Fórmula 1. E dará à McLaren seu primeiro título desde 1999, quando a equipe viu Mika Hakkinen terminar a temporada em primeiro lugar.

A escuderia encontra-se 11 pontos à frente da Ferrari na corrida dos construtores, com 18 pontos no máximo a serem conquistados no Brasil. Mas o chefe da McLaren, Ron Dennis, deixou claro que essa era uma preocupação secundária.

"Para nós, não haverá problema nenhum se Massa chegar em primeiro e Kimi (Raikkonen, o outro piloto da Ferrari) ficar em segundo (no Brasil)", afirmou Dennis a repórteres depois da corrida de domingo.

"Nosso objetivo será terminar a corrida e fazer o que tivermos de fazer para conquistar (o título). O mais importante será ficar longe dos problemas."

"Toda a equipe terá o desafio de fazer o que for necessário e de não cometer erros. Acho que todos nós teremos uma corrida emocionante. Mas nosso objetivo será fazer com que a prova seja entediante para todo mundo."

SENNA, HAMILTON E MASSA   Continuação...

 
<p>O piloto Lewis Hamilton, da McLaren, comemora vit&oacute;ria no Grande Pr&ecirc;mio da China. A McLaren deseja que o Grande Pr&ecirc;mio do Brasil, o &uacute;ltimo da temporada, seja o mais tedioso poss&iacute;vel a fim de garantir que Hamilton conquiste o primeiro t&iacute;tulo mundial da equipe em nove anos. 19 de outubro.REUTERS/Aly Song</p>