Armstrong quer conversar com organizadores da Volta da França

quinta-feira, 23 de outubro de 2008 12:57 BRST
 

PARIS (Reuters) - O ciclista Lance Armstrong, sete vezes campeão da Volta da França, aprovou o trajeto da principal prova internacional de ciclismo em 2009 e disse estar ansioso para encontrar-se com os novos dirigentes da prova e esclarecer as dúvidas a respeito de sua participação.

O norte-americano, que desistiu da aposentadoria após três anos, precisa ainda decidir se correrá ou não na França, no próximo verão europeu. O atleta mantém uma relação tensa com os organizadores da Volta e com os torcedores franceses.

"O trajeto da Volta da França de 2009 me parece inovador e muito interessante", afirmou Armstrong, de 37 anos, em um comunicado divulgado na quarta-feira.

"Desde o início, em Monte Carlo, com um trecho de 15 quilômetros contra o relógio, até a retomada da prova de tempo por equipe, aos trechos que passam pela cidade de Girona, onde morei, e pela minha antiga amiga Ventoux, eu não poderia prever uma Volta melhor."

Armstrong acrescentou: "Apesar de ter havido um certo grau de tensão e vários desentendimentos com a Volta e seus organizadores, estou sabendo que há uma nova direção na ASO (os proprietários da Volta) e estou ansioso para realizar negociações com vistas a um futuro benéfico para os dois."

O ex-presidente da ASO Patrice Clerc, um dos maiores adversários do norte-americano, foi substituído no mês passado por Jean-Etienne Amaury. Amaury, no entanto, disse que a volta de Amrstrong seria "vergonhosa".

(Reportagem de Julien Pretot)

 
<p>O ciclista Lance Armstrong, sete vezes campe&atilde;o da Volta da Fran&ccedil;a, aprovou o trajeto da principal prova internacional de ciclismo em 2009. O norte-americano, que desistiu da aposentadoria ap&oacute;s tr&ecirc;s anos, precisa ainda decidir se correr&aacute; ou n&atilde;o na Fran&ccedil;a, no pr&oacute;ximo ver&atilde;o europeu. REUTERS/Stefano Rellandini</p>