Emerson Fittipaldi vê Massa mais forte psicologicamente

sábado, 1 de novembro de 2008 17:09 BRST
 

Por Tatiana Ramil

SÃO PAULO (Reuters) - O bicampeão mundial de Fórmula 1 Emerson Fittipaldi acredita que o inglês Lewis Hamilton tem muito mais a perder do que Felipe Massa no Grande Prêmio do Brasil, no domingo, por isso psicologicamente o brasileiro leva vantagem em Interlagos.

"O Felipe tem tudo para ganhar amanhã e o Hamilton para perder, então psicologicamente o Felipe está melhor", disse Fittipaldi no paddock do autódromo em São Paulo, neste sábado.

Hamilton, da McLaren, tem sete pontos a mais do que o brasileiro da Ferrari na classificação geral e será campeão da Fórmula 1 se chegar em quinto lugar. Para Massa, a situação é mais complicada: ele tem que vencer e torcer para o rival chegar no máximo em sexto na última prova da temporada.

No ano passado, Hamilton chegou ao GP Brasil com a mesma vantagem e acabou perdendo o título para o finlandês Kimi Raikkonen, da Ferrari.

"Acho que o Hamilton tem chance maior matematicamente, (mas) está muito pressionado para não acontecer o que aconteceu o ano passado. Mas ele é um piloto espetacular, um gênio na minha opinião", declarou Fittipaldi, campeão em 1972 e 1974, este último com apenas três pontos de diferença para o suíço Clay Regazzoni.

O bicampeão considera, no entanto, que Massa merece ficar com o título porque fez "um campeonato excelente."

A previsão do tempo indica pancadas de chuva para domingo em São Paulo, e a pista molhada não deve beneficiar nenhum dos dois pilotos, segundo Fittipaldi. "Eles vão andar mais ou menos igual (na chuva), vai depender um pouco do acerto da Ferrari no molhado."

Fittipaldi comemora que o título da F1 seja mais uma vez decidido no Brasil -- é o quarto ano seguido, após o espanhol Fernando Alonso em 2005 e 2006 e Raikkonen em 2007 terem levantado o troféu em Interlagos.   Continuação...

 
<p>Felipe Massa, da Ferrari, comemora pole position conquistada neste s&aacute;bado para o GP do Brasil de F1, em Interlagos. REUTERS/Rodrigo Paiva</p>