2 de Novembro de 2008 / às 19:26 / 9 anos atrás

Com final emocionante e Massa em 1o, Hamilton leva título da F1

<p>O piloto da McLaren, Lewis Hamilton, celebra em Interlagos o t&iacute;tulo da F&oacute;rmula 1 ap&oacute;s uma corrida emocionante vencida pelo brasileiro Felipe Massa. REUTERS/Sergio Moraes (BRAZIL)</p>

Por Camila Moreira e Tatiana Ramil

SÃO PAULO (Reuters) - Lewis Hamilton é campeão da Fórmula 1. O britânico fez uma corrida conservadora no Grande Prêmio do Brasil deste domingo e, com uma pitada de sorte e muita emoção no final, evitou que o título escapasse mais uma vez de suas mãos, adiando o sonho de Felipe Massa, que venceu a prova.

Os 10 pontos do primeiro lugar não foram suficientes para o piloto da Ferrari. Com a 5a colocação obtida nos últimos metros após uma corrida em Interlagos em que a chuva apareceu no início e no final, Hamilton, da McLaren, chegou a 98 pontos no campeonato, superando Massa, que terminou com 97. O britânico, primeiro negro campeão na categoria, precisava apenas terminar exatamente em quinto lugar para levantar o troféu.

Ambos os pilotos choraram muito ainda dentro do carro. A família de Massa chegou a comemorar dentro dos boxes, até que precisou ser alertada de que o título não havia sido conquistado por ele.

Massa subiu ao pódio para receber o troféu ainda abalado, mas bateu no peito e comemorou com a torcida. Enquanto o hino nacional brasileiro soava no autódromo, ele chorava e Hamilton era abraçado por seus familiares e amigos.

Aos 23 anos, Hamilton tornou-se o mais jovem campeão da categoria, superando seu desafeto Fernando Alonso, que conquistou o primeiro título em 2005 aos 24 anos. Ele é também o primeiro britânico campeão desde Damon Hill em 1996.

Pela primeira vez desde 1989, quando Alain Prost derrotou Ayrton Senna na disputa pelo título apesar de ter apenas quatro vitórias contra seis do brasileiro, o campeonato não foi vencido pelo piloto com mais vitórias --o britânico somou nesta temporada cinco, contra seis de Massa.

A McLaren ainda tem mais um motivo para comemorar, já que o último título que um piloto seu havia conquistado fora em 1999, com o finlandês Mika Hakkinen.

CHUVA

Mesmo antes da largada havia forte agitação no pit lane. Poucos minutos antes da volta de apresentação caiu uma pancada de chuva bem na região do grid, obrigando o adiamento do início da prova em 10 minutos e fazendo os mecânicos correrem para trocar os pneus.

Logo após a largada, Nelsinho Piquet, da Renault, rodou e teve que abandonar, assim como David Coulthard, da Red Bull, que encerrou a sua carreira antes mesmo de completar a primeira volta. Massa e Hamilton conseguiram manter suas posições de largada, respectivamente em primeiro e quarto lugares.

O início da corrida foi marcado por rodadas, perdas de controle e saídas de traseira, enquanto a chuva parava. Após a primeira bateria de pitstops para voltar com os pneus de pista seca, Hamilton caiu para sexto lugar, atrás de Giancarlo Fisichella, da Force India. Em uma jogada arriscada, ele chegou a ficar lado a lado com o italiano na ultrapassagem no final da reta, mas ganhou a posição faltando 54 voltas.

O restante da corrida foi mais tranquilo, com alterações de posições somente a cada pit stop realizado. Até que a chuva voltou a dar as caras nas voltas finais, provocando novas trocas de pneus a cinco voltas do fim.

Massa conseguiu voltar na liderança e Hamilton em quinto, o que lhe garantiria o título mas, sob chuva, o britânico não conseguiu segurar a pressão de Sebastian Vettel, da Toro Rosso que o ultrapassou, arrancando o troféu de seu colo e derrubando-o nas mãos de Massa.

Entretanto, mesmo após Massa cruzar a linha de chegada, Vettel e Hamilton ultrapassaram nos últimos metros Timo Glock, da Toyota, que então estava em quarto lugar porém ainda com pneu para pista seca.

Só então Hamilton pôde comemorar o seu primeiro título na categoria, depois de perdê-lo por um ponto no ano passado para Kimi Raikkonen, da Ferrari.

Fernando Alonso, da Renault, terminou em segundo lugar, seguido de Raikkonen, compondo um pódio desanimado e amargo para Massa na quarta vez que o título da Fórmula 1 foi decidido em Interlagos.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below