Confiante, Hamilton é o mais jovem campeão da F1

domingo, 2 de novembro de 2008 17:38 BRST
 

Por Alan Baldwin

SÃO PAULO (Reuters) - Lewis Hamilton sempre foi extremamente confiante, um jovem tão inabalável na crença em si mesmo que alguns já o acusaram de arrogância.

O piloto de 23 anos da McLaren garantiu em uma corte de apelação no mês passado ser o melhor em seu ramo, e no Grande Prêmio do Brasil deste domingo ele pôde provar isso, tornando-se o mais jovem campeão da categoria.

Dúvidas surgiram desde a estréia sensacional do piloto no ano passado, quando acumulou nove pódios consecutivos mas desperdiçou suas chances de se tornar o primeiro novato campeão da Fórmula 1 nas duas últimas corridas.

Depois que Hamilton, largando na pole position, fracassou no Japão no mês passado após cometer um erro tolo logo na primeira curva, houve quem visse a história se repetindo e detectasse uma fragilidade escondida atrás da fachada impassível.

Começou-se a questionar se Hamilton consegue ter uma visão abrangente da situação, se é suscetível à pressão e mentalmente apto a correr estrategicamente.

Atacado de todos os lados por rivais que criticam sua condução, e com ex-campeões o aconselhando a se acalmar, Hamilton mostrou no GP da China que estava determinado a se tornar o primeiro campeão de F1 britânico desde Damon Hill em 1996.

Ele largou na pole position, fez a volta mais rápida e venceu com facilidade, chegando ao Brasil com uma vantagem de sete pontos sobre o brasileiro Felipe Massa. Hamilton utilizou plenamente a vantagem para levar o título, ao chegar em quinto, em dia de vitória do ferrarista.

São Paulo, berço e local de repouso do herói nacional e tricampeão Ayrton Senna, foi um cenário adequado para a coroação de Hamilton.   Continuação...

 
<p>O brit&acirc;nico Lewis Hamilton, acompanhado de seu pai Anthony e de sua namorada Nicole Scherzinger, deixa o aut&oacute;dromo ap&oacute;s assegurar o t&iacute;tulo da F&oacute;rmula 1. REUTERS/Rodrigo Paiva (BRAZIL)</p>