Em Portugal, Dunga diz que Ronaldinho é "insubstituível"

sexta-feira, 7 de novembro de 2008 19:07 BRST
 

LISBOA (Reuters) - O técnico Dunga planeja convocar Ronaldinho Gaúcho para a seleção brasileira no ano que vem, depois de deixar o meia do Milan de fora do amistoso com Portugal, este mês, em Brasília.

"Ele ficará no Milan para treinar mais e jogar mais, porque antes da Olimpíada ele ficou fora dos gramados por quatro meses", disse Dunga em entrevista coletiva, nesta sexta- feira, em Lisboa, para promover o amistoso do dia 19 de novembro.

"É melhor para ele jogar no Milan, e então ele poderá voltar para a seleção em boa condição no próximo ano, porque ele é insubstituível", acrescentou o técnico.

O amistoso, último jogo da seleção brasileira em 2008, será a primeira visita de Portugal ao Brasil desde 1989.

Em outra entrevista durante a visita à Europa, o treinador brasileiro disse que não pode garantir uma vaga na seleção ao atacante da Juventus Amauri, que poderá escolher defender a Itália quando seu processo de dupla cidadania for concluído.

"Ele foi bem no Palermo e agora está indo bem numa equipe importante como a Juve", disse Dunga à emissora italiana Rai. "Ainda não falamos com ele, mas eu leio jornais e ouço alguns pedidos de garantias", disse.

"Ninguém tem garantias comigo. A única garantia são os resultados. Existe uma hierarquia que deve ser respeitada, e eu não posso ignorar jogadores que estão jogando bem comigo."

 
<p>T&eacute;cnico Dunga recebe camisa da sele&ccedil;&atilde;o de Portugal das m&atilde;os do treinador portugu&ecirc;s Carlos Queiroz, em Lisboa, nesta sexta-feira. REUTERS/Jos&eacute; Manuel Ribeiro</p>