November 9, 2008 / 2:36 PM / 9 years ago

Nelsinho Piquet quer estar entre os seis melhores em 2009

3 Min, DE LEITURA

Por N.Ananthanarayanan

NOVA DELI (Reuters) - Nelsinho Piquet quer ser um dos seis melhores pilotos da Fórmula 1 no ano que vem, já que conta com o apoio da Renault apesar de uma primeira temporada discreta como companheiro de equipe do bicampeão espanhol Fernando Alonso.

O brasileiro de 23 anos ficou feliz com a renovação de seu contrato com a Renault e espera que as melhorias feitas no carro no final da temporada de 2008 permitam à escuderia começar bem o próximo ano.

Nelsinho Piquet conseguiu um pódio este ano ao chegar em segundo no GP da Alemanha, mas terminou como 12o no campeonato. Ele conseguiu pontos em cinco das 18 provas e saiu de nove corridas.

"Não foi a temporada com que eu sonhei", disse ele à Reuters neste domingo. "Tive muitos altos e baixos e problemas, mas aprendi muito."

O filho do tricampeão Nelson Piquet não estava certo de seu futuro na Renault até a equipe anunciar na quarta-feira que ele continuará por mais uma temporada, enquanto Alonso estendeu seu contrato até 2010.

"Eu estava muito verde no começo do campeonato", disse Nelsinho nos bastidores de uma exposição da Renault em Nova Délhi. "Fiquei muito feliz quando chegamos ao acordo."

GRANDE MUDANÇA

O fato de o carro da Renault só ter se mostrado competitivo a partir da metade da temporada se mostrou um grande desafio a ser superado, disse Nelsinho.

"O carro mudou muito desde 2007. No começo isso representou uma grande mudança e ainda estávamos em um processo evolutivo."

"No ano que vem vai haver outra grande mudança, mas a mecânica, a suspensão, não vai mudar tanto assim. Acho que vamos continuar em uma boa fase."

"Temos que ser um pouco otimistas, acho que temos uma boa chance de subir no pódio com freqüência."

"Este ano eu queria estar entre os dez melhores e terminei em 12o. No próximo gostaria de estar entre os seis melhores do campeonato", acrescentou.

Piquet disse ser difícil seguir Alonso, que terminou a temporada brilhantemente com vitórias em Cingapura e no Japão e um segundo lugar em Interlagos.

"Foi um ano difícil", disse Nelsinho. "Ele é muito duro, muito rápido. Eu me descobri em um limite diferente do que eu tinha."

Nelsinho, ao lado do conterrâneo e piloto reserva Lucas Di Grassi, participou da exposição para marcar a contagem regressiva de 700 dias para os Jogos da Comunidade Britânica de 2010 na capital indiana.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below