McLaren poderá recomendar pilotos para a Force India na F1

segunda-feira, 10 de novembro de 2008 16:06 BRST
 

Por Alan Baldwin

SILVERSTONE, Inglaterra (Reuters) - O quadro de pilotos da equipe de Fórmula 1 Force India poderia mudar para 2009, agora que foi fechado um acordo de cinco anos com a escuderia McLaren/Mercedes, indicou o chefe da equipe, Vijay Mallya, nesta segunda-feira.

"Eles (McLaren) irão recomendar o que eles acham que é o melhor para a minha equipe e eu terei de decidir. E eu seria muito pressionado para ignorar o conselho deles", disse ele à Reuters na fábrica da equipe, em Silverstone.

"A primeira coisa é construir o carro. Se não tivermos um carro, então não há por que ter um piloto... Já estamos sendo um pouco pressionados, então precisamos focar no carro. O piloto vem depois e teremos essas conversas", acrescentou.

Mallya reiterou que a equipe não pretende "no momento" trocar seus pilotos, o italiano Giancarlo Fisichella e o alemão Adrian Sutil. Entretanto, ele não excluiu a possibilidade de fazer testes com outros candidatos.

A McLaren e a Mercedes têm diversos pilotos em suas listas, incluindo o escocês Paul di Resta, de 22 anos, e o experiente piloto espanhol Pedro de la Rosa. As especulações são constantes sobre suas aparições em um carro da Force India.

"Não vi nenhum detalhe sobre os pilotos ainda", disse Mallya, que na última semana dispensou o diretor da equipe Colin Kolles e o diretor técnico Mike Gascoyne, depois de encerrar o fornecimento de motores da Ferrari para a Force India.

"Eu tomei algumas decisões difíceis na última semana para essa equipe. Meu interesse é a equipe e ela tem que ir onde eu quero ir. Eu farei o que for preciso. Não há emoções envolvidas", afirmou.

Os novos parceiros irão fornecer motores e caixas de câmbio além dos chamados KERS (sistemas de recuperação energia cinética).   Continuação...