Federer diz que espera "um milagre" na Masters Cup

quarta-feira, 12 de novembro de 2008 16:30 BRST
 

Por Nick Mulvenney

XANGAI (Reuters) - O ex-número um do tênis mundial Roger Federer está à espera de "um milagre" para continuar na busca por mais um título da Masters Cup.

Apesar de ter vencido o tcheco Radek Stepanek por 7-6 e 6-4 no Grupo Vermelho em Xangai, nesta quarta-feira, o número dois do ranking, que perdeu para o francês Gilles Simon na segunda-feira, precisa bater o escocês Andy Murray para evitar sua eliminação precoce na competição.

Para complicar ainda mais a busca pelo quinto título do torneio que encerra a temporada, o suíço ficou doente, enquanto Murray, número quatro do mundo, vive ótima fase e já está até classificado com antecedência para as semifinais.

Murray, que goza de seu melhor ano no circuito profissional, ainda tem uma vantagem de 3 a 2 na carreira contra Federer.

"Acho que tive muita sorte que minha partida foi marcada para hoje à noite, e depois Radek não estava jogando com sua própria raquete, então isso me deu um pouco mais de sorte", disse Federer a jornalistas após a partida com o tcheco, que só entrou em quadra para substituir o lesionado Andy Roddick.

"No final, eu ainda tenho uma chance. Espero que com um dia de recuperação eu faça um milagre acontecer aqui e passe para as semis", acrescentou.

Depois de ter abandonado o Masters de Paris com uma lesão nas costas, a última coisa que Federer precisava era ser pego por uma doença estomacal após sua derrota pra Simon na estréia em Xangai.

"Acordei de manhã e estava me sentindo terrível", disse o suíço. "Meu estômago estava muito ruim e não podia nem treinar. Eu nem saí do quarto. Estou só tentando superar as coisas. Seria impossível jogar ontem", disse ele.

Federer teve uma temporada decepcionante para seu alto padrão, e alguns problemas de saúde contribuíram. Ele começou o ano sofrendo de mononucleose, e há duas semanas se retirou de Paris com dores nas costas.

Federer, de 27 anos, nunca foi eliminado na fase de grupos em suas seis participações anteriores na Masters Cup.

 
<p>Su&iacute;&ccedil;o Roger Federer devolve uma bola em partida contra o tcheco Radek Stepanek na Masters Cup de Xangai. REUTERS/Aly Song</p>