Federer diz não se preocupar com aproximação de Djokovic

terça-feira, 18 de novembro de 2008 15:33 BRST
 

Por Varsha Tickoo

KUALA LAMPUR (Reuters) - Roger Federer disse na terça-feira que não se incomodou com o fato de Novak Djokovic ter se aproximado dele no ranking mundial, no qual o suíço está segundo lugar.

"Eu vou dormir muito bem por um mês. Ele (Djokovic) não vai me ultrapassar tão cedo", disse Federer em entrevista coletiva.

"Para mim, sinceramente, ficar em segundo, terceiro, quarto, quinto, vigésimo quinto, não importa muito. Para mim, ou é primeiro lugar ou é ficar na média", acrescentou o suíço.

Djokovic, que ganhou a Masters Cup em Xangai na segunda-feira, está apenas 10 pontos atrás de Federer no ranking mundial.

Federer estava na capital da Malásia para participar de uma exposição da qual também participaram James Blake, 10o no ranking, e os ex-tenistas John McEnroe e Njorn Borg.

Na semana passada, Federer reclamou de lesões e um incômodo estomacal e perdeu para Andy Murray na Masters Cup.

A derrota em Xangai foi a 15a de Federer numa temporada em que ele perdeu o primeiro lugar no ranking e o título em Wimbledon para o espanhol Rafael Nadal. Isso despertou rumores de que ele estaria fora de forma.

Federer, que ganhou 13 Grand Slams, disse a repórteres que, aos 27 anos, ele ainda está confiante para "muitos anos mais" como tenista.

 
<p>Roger Federer disse na ter&ccedil;a-feira que n&atilde;o se incomodou com o fato de Novak Djokovic ter se aproximado dele no ranking mundial, no qual o su&iacute;&ccedil;o est&aacute; segundo lugar. "Eu vou dormir muito bem por um m&ecirc;s. Ele (Djokovic) n&atilde;o vai me ultrapassar t&atilde;o cedo", disse o tenista em entrevista coletiva. REUTERS/Nir Elias</p>