Fifa dá ultimato ao Peru por disputa entre governo e federação

sexta-feira, 21 de novembro de 2008 14:55 BRST
 

SANTIAGO (Reuters) - O presidente da Fifa, Joseph Blatter, deu nesta sexta-feira um prazo de até segunda-feira para que a Federação Peruana de Futebol (FPF) e o governo se comprometam a resolver uma disputa. Caso o problema não seja resolvido, o país será suspenso de todas as competições internacionais.

O governo peruano não reconhece o presidente da FPF, Manuel Burga, por considerar que sua eleição ocorreu de forma irregular. A disputa levou o Peru a perder o direito de sediar o torneio sul-americano sub-20, que seria disputado no início do ano que vem.

"O problema no Peru é uma intervenção da política na organização do futebol", disse Blatter em uma entrevista coletiva em Santiago.

"Até segunda-feira precisamos aqui na Fifa de um documento oficial no qual o Governo, de sua parte, e a Federação de Futebol, da outra parte, estejam de acordo em solucionar o impasse em um prazo de 10 dias. Se não tivermos esse documento na segunda-feira, a Federação Peruana será suspensa imediatamente", acrescentou o dirigente.

"Isso quer dizer que o Peru não poderá continuar jogando em competições internacionais de clubes, de seleções, e que os árbitros não poderão atuar. Eles serão suspensos de todas as atividades internacionais", acrescentou.

Blatter afirmou que uma delegação da Fifa viajou a Lima há aproximadamente um mês, em uma tentativa de solucionar o problema entre o governo e a FPF, mas que ela não foi recebida nem por autoridades políticas e nem por autoridades do futebol local.

O presidente da Fifa ainda disse que a delegação havia agendado uma reunião com o primeiro-ministro peruano, que foi suspensa na última hora.

"Me dói, me dói essa situação. Sempre me dói quando a Fifa deve intervir por ações políticas nas organizações de futebol", disse Blatter.

Blatter está de visita ao Chile devido ao Mundial feminino sub-20 que está sendo disputado no país.

(Reportagem de Claudio Cerda)

 
<p>O presidente da Fifa, Joseph Blatter, deu nesta sexta-feira um prazo de at&eacute; segunda-feira para que a Federa&ccedil;&atilde;o Peruana de Futebol (FPF) e o governo se comprometam a resolver uma disputa. Caso o problema n&atilde;o seja resolvido, o pa&iacute;s ser&aacute; suspenso de todas as competi&ccedil;&otilde;es internacionais. REUTERS/Ali Jarekji</p>