Rússia vai rever gastos com Jogos de Inverno de 2014 por crise

sexta-feira, 21 de novembro de 2008 16:45 BRST
 

MOSCOU (Reuters) - A Rússia planeja rever seus gastos para a Olimpíada de Inverno de 2014 devido à crise econômica mundial, disse na sexta-feira o vice-premiê responsável pela preparação dos Jogos.

"Nenhum dos locais de competição será eliminado, mas estabelecemos o objetivo de economizar algum dinheiro", disse Dmitry Kozak a repórteres em Moscou.

Ele não disse quanto a Rússia quer economizar, mas afirmou que o governo espera que a desaceleração econômica faça cair os preços dos materiais de construção.

A Rússia prometeu gastar 12 bilhões de dólares no desenvolvimento da região de Sochi, especialmente para os Jogos. Sete milhões seriam financiados pelo governo e o restante viria de fontes privadas.

A maior parte da infra-estrutura da Olimpíada de Inverno terá de ser construída do zero.

"Vou ser totalmente sincero com você e, para mim isso foi uma surpresa, eu falei com todos os investidores -- há, obviamente, dificuldades para obter empréstimos mas nenhum dos investidores está desistindo", disse Kozak.

"Todos eles confirmaram que estão prontos para honrar seus compromissos", acrescentou.

(Por Christian Lowe)