Flagrado no doping, Kohl promete revelar seus fornecedores

domingo, 23 de novembro de 2008 12:06 BRST
 

PARIS (Reuters) - O austríaco Bernhard Kohl, cujos testes detectaram o consumo de EPO durante a última Volta da França, revelará às autoridades antidoping de seu país como obteve a substância proibida, segundo anunciou seu treinador.

"Bernhard vai cooperar e dirá como conseguiu a substância e como a utilizou", disse seu preparador Stefan Matschiner no site esportivo Cyclingnews (www.cyclingnews.com).

Kohl, o melhor escalador da Volta e terceiro na classificação geral, deve comparecer na segunda-feira diante da Agência Antidoping Austríaca (NADA, na sigla em alemão).

O ciclista corre o risco de receber dois anos de suspensão, uma sentença que pode ser reduzida se ele cooperar com as autoridades, que anunciarão a punição de Kohl depois da audiência de segunda-feira.

O ciclista recebeu positivo em um teste para detectar o EPO CERA, um hormônio de nova geração que melhora o rendimento e passa despercebido nos testes de urina, embora possa ser detectado mediante mostras de sangue.