Mídia espanhola comemora vitória da Espanha na Copa Davis

segunda-feira, 24 de novembro de 2008 10:21 BRST
 

Por Mark Elkington

MADRI (Reuters) - A vitória da Espanha sobre a Argentina na final da Copa Davis de tênis foi comemorada pela mídia espanhola nesta segunda-feira como uma conquista em meio à adversidade.

"A Armada Invencível" foi manchete de capa do jornal Marca, enquanto o El Mundo disse: "O plano B era feito de ouro".

Os jornais não pouparam elogios à capacidade do time de superar a ausência do número 1 do mundo, Rafael Nadal, que não participou da decisão por causa de uma lesão. O talento motivacional do capitão Emilio Sánchez Vicário também foi aplaudido.

Sánchez Vicário tinha sido criticado pela mídia por não ter um "plano B" depois da saída de Nadal, quando chamou o estreante Marcel Granollers para substituir o número 1.

Mas ele surpreendeu quando chamou Fernando Verdasco para substituir David Ferrer, que estava fora de forma, na partida contra José Acasuso, no domingo. Verdasco fez 6-3, 6-7, 4-6, 6-3 e 6-1.

Um total de sete jogadores participaram das quatro partidas da Espanha na Copa Davis, conquistando vitórias contra o Peru, a Alemanha, os Estados Unidos e a Argentina.

"(O capitão) soube como criar o espírito esportivo entre os jogadores. Eu sou somente mais um jogador do time, e ele provou isso", disse Nadal à televisão estatal espanhola, depois de assistir à final em sua casa.

O jornal El Mundo lembrou de outras vitórias recentes nas quais os espanhóis superaram a ausência de um jogador importante, como a final do Campeonato Mundial de basquete, em 2006, vencida sem o astro Pau Gasol. Na final da Euro 2008, a vitória veio sem David Villa, que foi o artilheiro do campeonato mas acabou lesionado.

O ministro dos Esportes espanhol, Jaime Lissavertzky, disse: "Eu quero parabenizar a equipe da Copa Davis pela mais recente conquista do esporte espanhol. Este foi sem dúvida o melhor ano para o nosso esporte".

 
<p>A vit&oacute;ria da Espanha sobre a Argentina na final da Copa Davis de t&ecirc;nis foi comemorada pela m&iacute;dia espanhola nesta segunda-feira como uma conquista em meio &agrave; adversidade. REUTERS/Fabian Luchessi</p>