Podolski diz que quer deixar o Bayern, mas time diz não

segunda-feira, 24 de novembro de 2008 15:50 BRST
 

BERLIM (Reuters) - O atacante alemão Lukas Podolski disse ao Bayern de Munique que deseja deixar o clube durante a janela de transferências em janeiro, mas o técnico da equipe, Juergen Klinsmann, afirmou na segunda-feira que não tem intenção de permitir a saída do atleta.

"Eu decidi que gostaria de deixar o Bayern no inverno (europeu)", disse Podolski ao jornal Bild. "Eu disse à diretoria do clube que queria sair".

Apesar do baixo número de gols, o Bayern insistiu que gostaria que Podolski ficasse e que iria lutar por seu lugar no time.

"Queremos chegar à segunda metade da temporada com um mínimo de quatro atacantes -- e um deles é Podolski", disse Klinsmann a repórteres antes do jogo da Liga dos Campeões em casa, contra o Steaua Bucareste.

O jogador, de 23 anos, não tem conseguido se manter no time titular desde quando foi contratado junto ao Colônia, por 10 milhões de euros, após ter sido eleito o melhor jogador jovem da Copa do Mundo de 2006.

Em sua primeira temporada na equipe, Podolski marcou quatro gols na liga alemã. Na seguinte, fez cinco, e até agora marcou três no atual campeonato. No entanto, sua forma pela seleção da Alemanha tem se mantido excelente, tendo marcado 31 gols em 60 partidas.

Suas chances de jogar mais regularmente devem diminuir ainda mais com a chegada do atacante norte-americano Landon Donovan, que integrará o clube por empréstimo a partir de janeiro.