Milan e CSKA avançam às oitavas-de-final da Copa da Uefa

quinta-feira, 27 de novembro de 2008 21:38 BRST
 

LONDRES (Reuters) - O CSKA Moscou tornou-se o primeiro time a chegar à fase eliminatória da Copa da Uefa após vencer as três partidas que disputou na fase de grupos. Mais tarde nesta quinta-feira, o Milan arrancou um empate em 2 x 2 nos acréscimos com o Portsmouth e também avançou.

A equipe italiana perdia por 2 x 0, gols no segundo tempo de Kaboul e Kanu, até que Ronaldinho Gaúcho acertou uma linda cobrança de falta aos 39 minutos. Nos acréscimos, Filippo Inzaghi ajeitou um cruzamento com categoria e finalizou para empatar o jogo em 2 x 2.

Com o resultado, o time de Carlo Ancelotti lidera o Grupo E com sete pontos em três jogos e está garantido na próxima fase.

O CSKA, campeão em 2005, venceu em casa a equipe polonesa Lech Poznan por 2 x 1 em partida do Grupo H. Os russos de classificaram para as oitavas-de-final com uma rodada de antecedência.

Os gols no primeiro tempo de Alan Dzagoev e Yuri Zhirkov colocaram o CSKA no controle da partida antes de Semir Stilic marcar depois do intervalo.

O campeão turco do Galatasaray desperdiçou a chance de garantir a passagem no Grupo B após o meia brasileiro Edmar marcar no final da partida para dar a vitória aos ucranianos do Metalist Kharkiv no estádio Ali Sami Yen.

Campeão da Copa da Uefa em 2000, o Galatasaray, que têm seis pontos em três jogos, ainda deve conseguir uma vaga. Apenas uma vez desde que o formato de grupos foi introduzido, em 2004/05, uma equipe com seis pontos não conseguiu se classificar para a próxima fase, quando os Rangers não avançaram naquele ano.

Os bicampeões Tottenham Hotspur e Manchester City conseguiram se aproximar de uma vaga para a próxima fase ao vencerem pela segunda vez e chegarem a 6 pontos.

O Tottenham confirmou a boa fase ganhando a sétima partida em nove jogos ao bater o NEC Nijmegen por 1 x 0 fora de casa pelo Grupo D.   Continuação...

 
<p>Ronaldinho comemora gol do Milan no empate de 2 x 2 com o Portsmouth pela Copa da Uefa. REUTERS/Toby Melville (BRITAIN)</p>