Bayern derrota o Leverkusen, líder Hoffenheim ganha de novo

sábado, 29 de novembro de 2008 15:59 BRST
 

Por Kevin Fylan

BERLIM (Reuters) - Luca Toni e Miroslav Klose marcaram para dar ao Bayern de Munique a vitória por 2 x 0 fora de casa sobre o Bayer Leverkusen neste sábado, o que mantém o time na trilha do atual líder do Campeonato Alemão, o Hoffenheim.

Enquanto o Hoffenheim conseguiu uma vitória fácil por 3 x 0 em casa sobre o Arminia Bielefeld, o Bayern sofreu bastante para conseguir a vitória sobre um dos seu rivais diretos com dois gols no segundo tempo.

A sétima vitória em nove jogos foi suficiente para manter o Bayern, de volta à boa fase, no segundo lugar da tabela e deu ao time a preparação perfeita para o próximo jogo, justamente contra o Hoffenheim, que acontece em sua casa na próxima sexta-feira.

O Hoffenheim, time com bastante recursos de uma aldeia alemã que vem tendo uma incrível estréia na principal divisão do futebol alemão, lidera a tabela com 34 pontos em 15 jogos, seguido pelo Bayern, que tem 31.

O Hertha Berlim é o terceiro com 30, depois de ter vencido em casa por 2 x 1 o Colônia na sexta-feira, enquanto o Leverkusen caiu para quarto com 28.

O Hoffenheim tinha seu jogo em casa contra o Bielefeld decidido já aos 11 minutos do primeiro tempo.

Vedad Ibisevic abriu o placar com um voleio --seu 17o. gol na temporada-- depois de receber um cruzamento de Selim Teber aos cinco minutos da etapa inicial.

Carlos Eduardo fez 2 x 0 logo depois quando surgiu livre na frente para marcar com o chute que entrou rente à trave direita, e Francisco Copado marcou de pênalti, já no fim, o terceiro.   Continuação...

 
<p>O atacante Luca Toni, do Bayern de Munique, disputa bola no ar com o meia Simon Rolfes, do Bayer Leverkusen, em partida do campeonato alem&atilde;o. Luca Toni e Miroslav Klose marcaram para dar ao Bayern de Munique a vit&oacute;ria por 2 x 0 fora de casa sobre o Bayer Leverkusen neste s&aacute;bado, o que mant&eacute;m o time na trilha do atual l&iacute;der do Campeonato Alem&atilde;o, o Hoffenheim. 29 de novembro.REUTERS/Kai Pfaffenbach</p>