Barrichello vence desafio de kart que beneficiou vítimas de SC

domingo, 30 de novembro de 2008 17:10 BRST
 

SÃO PAULO (Reuters) - Rubens Barrichello ganhou neste domingo o desafio internacional de kart, realizado em Florianópolis e que arrecadou fundos para as vítimas das chuvas em Santa Catarina, que deixaram ao menos 111 mortos.

Vice-campeão da Fórmula 1 este ano, Felipe Massa foi organizador do evento e doou 50 mil reais aos mais de 78 mil desabrigados e desalojados do Estado. Ele também ofereceu um macacão para leilão, cuja arrecadação reverterá em benefício a entidades sociais envolvidas no atendimento à população das áreas atingidas.

"O que a gente fez hoje foi unir uma torcida maravilhosa, um espetáculo incrível, com os melhores pilotos do mundo, e uma causa que é um momento triste para Santa Catarina, mas que a gente conseguiu fazer muita coisa para essas pessoas que perderam muito", disse Massa após a corrida no Kartódromo dos Ingleses lotado, com 12 mil torcedores.

A organização do evento, que contou com o heptacampeão de F1 Michael Schumacher, doou 100 mil reais, além do recolhimento de doações de alimentos e mantimentos na entrada do autódromo. Os pilotos contribuíram ainda com cerca de 150 mil reais, incluindo os 10 mil euros (cerca de 30 mil reais) prometidos por Schumacher.

O clima amistoso, porém, ficou fora da pista. Dentro dela, houve discussão. Barrichello, que tenta permanecer na equipe Honda para disputar a F1 no ano que vem, reclamou das disputas com Schumacher e Lucas Di Grassi, piloto de testes da Renault em 2008 e candidato a uma vaga na Honda, junto com o também brasileiro Bruno Senna.

Di Grassi foi o segundo colocado do 4o desafio internacional, seguido por Massa --Schumacher terminou em 8o.

"É um evento comemorativo, não de dar pancada. O Schumacher então parecia que estava em tempo de guerra, me botando para fora. Esqueceu que ele está no Brasil", disse Barrichello sobre o ex-companheiro de Ferrari.

"É um evento tão bonito, com Santa Catarina com tantos problemas. O que você menos quer é ficar batendo", completou.

Di Grassi minimizou a disputa. "Faz parte da corrida. O Michael também me passou encostando. Ele não deveria ter ficado tão bravo assim".   Continuação...

 
<p>O piloto brasileiro Rubens Barrichello comemora com a torcida vit&oacute;ria no desafio internacional de kart, realizado em Florian&oacute;polis e que teve o ex-tenista Gustavo Kuerten dando a bandeirada. REUTERS/Carsten Horst/divulga&ccedil;&atilde;o.</p>