Escócia e País de Gales tentam sediar Eurocopa de 2016

quarta-feira, 3 de dezembro de 2008 11:26 BRST
 

LONDRES (Reuters) - A Escócia e o País de Gales tem mantido "conversações experimentais" sobre a possibilidade de sediar o Campeonato Europeu de futebol em 2016, informou a Associação Escocesa de Futebol nesta quarta-feira.

Autoridades da Irlanda do Norte também também devem ser incluídas nas próximas discussões no final de fevereiro no momento que as três associações britânicas exploram a possibilidade de sediar o torneio em parceria.

"Está longe para sugerir que nós estamos planejando lançar uma proposta, mas nós temos tido conversar experimentais com o País de Gales e outras conversações com a Irlanda do Norte estão sendo programadas para a reunião da International Board em Belfast no final de fevereiro", disse o porta-voz da associação da Escócia.

"Todos nós sabemos que não temos condições se sediar um campeonato de 24 times, como será em 2016, mas estamos explorando a possibilidade de co-sediar o torneio."

A Uefa, organização do futebol europeu, decidiu em setembro aumentar o número de finalistas de 16 para 24 times para 2016.

O secretário-geral da Uefa, David Taylor, que fez parte de uma mal-sucedida tentativa de trazer a Eurocopa de 2008 para a Escócia e para a Irlanda, disse que a Escócia seria um "ótimo lugar" para sediar o campeonato.

"Seria maravilhoso", disse ele a jornal The Herald, ,em Glasgow. "Mas eu preciso ser cuidadoso. Meu entusiasmo e minha sugestão para qualquer país podem ser interpretados de uma maneira errada".

Três dos quatro últimos campeonatos europeus foram co-sediados. Bélgica e Holanda receberam o torneio em 2000 neste ano Áustria e a Suíça sediaram o campeonato. Ucrânia e Polônia co-sediarão o evento em 2012.

Em 2004, Portugal sediou sozinho o torneio, embora a Uefa admita que aumentar o número de finalistas para 24 times irá limitar o número de países que podem sediar um campeonato sozinhos no futuro.

(Reportagem de Mike Collett)