Hoffenheim defende liderança do Alemão contra o Bayern

quarta-feira, 3 de dezembro de 2008 16:46 BRST
 

Por Kevin Fylan

BERLIM (Reuters) - Há cinco anos um time desconhecido que disputava as ligas amadoras da Alemanha conseguiu uma vitória surpreendente por 3 x 2 sobre o Bayer de Leverkusen, chegando às quartas-de-final da Copa da Alemanha, e voltando logo depois para a obscuridade.

Meia década depois, o Hoffenheim está na liderança do Campeonato Alemão com três pontos de vantagem para o segundo colocado e se preparando para defender a posição contra o Bayern de Munique diante de um público de 69.000 pessoas no estádio Allianz Arena na sexta-feira.

"A Alemanha inteira está esperando por esse jogo", disse o meia francês do Bayern Franck Ribery. "Só espero que possamos vencer".

A ascensão do Hoffenheim do nada para o topo da liga alemã foi patrocinada por um dos homens mais ricos do país, o pioneiro do software Dietman Hopp.

Co-fundador da SAP, ele começou a investir em seu clube local nos anos 1990, quando a equipe não tinha grandes aspirações.

No início da década atual, a evolução constante da equipe a colocou nas ligas regionais, e em 2006 a melhora começou a ficar evidente quando Hopp trouxe o ex-técnico do Schalke 04 Ralf Rangnick e diversos jogadores experientes.

O time conquistou uma série de acessos consecutivos até a elite do futebol do país.

Sem se intimidar, a equipe estreou no Campeonato Alemão vencendo o Energie Cottbus por 3 x 0, e tem jogado com a mesma confiança desde então.

O time de Rangnick marcou 40 gols no campeonato até agora, e tem o melhor ataque da competição, e mesmo nas partidas perdidas, caiu com estilo, sendo derrotado por 5 x 2 para o Bayer Leverkusen e sofrendo uma derrota por 5 x 4 para o Werder Bremen.

A vitória na sexta-feira pode garantir ao time o primeiro lugar na metade da temporada, o que significa que a inauguração de seu novo estádio, com capacidade para 30.000 pessoas, no final de janeiro acontecerá junto com o título simbólico de campeão do primeiro turno.