ENTREVISTA-Diretor da Williams prevê saída de outra equipe da F1

segunda-feira, 8 de dezembro de 2008 13:29 BRST
 

Por Alan Baldwin

LONDRES (Reuters) - Outra equipe deve seguir o exemplo da Honda e deixar a Fórmula 1 antes do começo da próxima temporada, disse nesta segunda-feira o diretor-executivo da Williams, Adam Parr.

"Esperava que uma ou duas equipes saíssem da Fórmula 1 de forma iminente. E eu também tinha dito que isso não envolveria necessariamente só equipes independentes", disse Parr à Reuters em entrevista.

"Acho que provavelmente vamos perder outra equipe antes do começo da próxima temporada, e há uma chance muito grande de que seja uma fábrica", acrescentou.

A temporada de 2009 da Fórmula 1 começa em 29 de março.

A Honda anunciou na sexta-feira que estava se despedindo da Fórmula 1 por motivos financeiros e deixou sua equipe, sediada na Grã-Bretanha, desesperada atrás de um comprador no meio de uma crise global de crédito.

Ainda que os chefes da Honda na Fórmula 1 tenham dito que há muitas partes interessadas na equipe, que emprega mais de 800 pessoas, outros acreditam que será difícil encontrar um comprador sério no curto prazo disponível.

A Honda não tinha patrocinadores significativos em um esporte em que mesmo os menores participantes têm orçamentos anuais de mais de 120 milhões de dólares, Além disso, qualquer comprador da equipe terá que adquirir motores de outro time e redesenhar o carro de 2009.

As outras fabricantes de automóveis envolvidas na Fórmula 1 são BMW, Mercedes, Renault, Toyota e Fiat (Ferrari). Todas estão sendo afetadas pela crise econômica, pela quebra na produção e pela demissão de funcionários, ao mesmo tempo em que suas vendas caem para os menores níveis em muitos anos.   Continuação...