Indicação de Ledger ao Globo de Ouro aumenta chances de Oscar

sexta-feira, 12 de dezembro de 2008 12:02 BRST
 

Por Jill Serjeant

LOS ANGELES (Reuters) - O último papel representado por Heath Ledger, de Coringa, está revelando ser um de seus melhores.

O ator australiano, que morreu em janeiro de overdose acidental de remédios, recebeu na quinta-feira uma indicação ao Globo de Ouro por sua atuação em "Batman - O Cavaleiro das Trevas", elevando suas chances de um raro reconhecimento póstumo nos Oscar.

Ledger, que morreu aos 28 anos, recebeu dois troféus na semana passada por sua performance aclamada, mas perturbadora, no filme lançado meses apenas após sua morte precoce.

O Instituto Australiano de Cinema deu a ele seu prestigioso prêmio internacional de melhor ator, no sábado, e na terça-feira a Associação de Críticos de Cinema de Los Angeles o considerou o melhor ator coadjuvante de 2008.

Com a indicação recebida para o Globo de Ouro de melhor ator coadjuvante, Tom O'Neil, colunista do site www.TheEnvelope.com, considerou que Ledger "agora tem tudo para receber uma indicação ao Oscar".

As especulações sobre possíveis prêmios para Ledger começaram assim que "Cavaleiro das Trevas" foi lançado, em julho. Mas o blockbuster, que arrecadou 997 milhões de dólares de bilheteria mundial, é o tipo de série baseada em história de quadrinhos que Hollywood raramente contempla quando distribui seus prêmios máximos.

E Oscar póstumos são ainda mais raros. Até agora o Oscar só foi dado a um ator que já havia morrido: Peter Finch, por "Rede de Intrigas", de 1976.

Em Perth, na Austrália, o pai de Ledger, Kim, disse que a família saudou a indicação de seu filho ao Globo de Ouro. Em comunicado à imprensa, Kim Ledger disse que a indicação "foi profundamente apreciada e não passa despercebida daqueles de nós que continuamos a amar Heath e sentir sua falta. Temos tanto orgulho pelo fato de o trabalho de nosso garoto ser reconhecido dessa maneira".   Continuação...