12 de Dezembro de 2008 / às 18:28 / 9 anos atrás

Técnico do Barça adverte jogadores a não subestimarem o Real

<p>O t&eacute;cnico do Barcelona, Pep Guardiola, fez um alerta para que seus jogadores n&atilde;o subestimem o Real Madrid quando o atual campe&atilde;o espanhol for ao Camp Nou, no s&aacute;bado, para a primeira partida do time no Campeonato Espanhol sob comando do t&eacute;cnico Juande Ramos. REUTERS/Gustau Nacarino</p>

Por Iain Rogers

BARCELONA (Reuters) - O técnico do Barcelona, Pep Guardiola, fez um alerta para que seus jogadores não subestimem o Real Madrid quando o atual campeão espanhol for ao Camp Nou, no sábado, para a primeira partida do time no Campeonato Espanhol sob comando do técnico Juande Ramos.

O Real, que está em quinto lugar na liga e nove pontos atrás do Barcelona, tem uma lista de jogadores lesionados e suspensos, mas renovou seu ânimos após a demissão do técnico Bernd Schuster e estréia vitoriosa do ex-treinador do Sevilla e do Tottenham Hotspur.

“Não nego que há um sentimento aqui de que podemos marcar muitos gols contra o Real Madrid, mas não podemos esquecer que eles são os atuais campeões da Liga”, disse Guardiola em entrevista coletiva.

“Eles virão aqui para defender o título, e não se vence o campeão por 5 x 0 ou 6 x 0. Começaremos no 0 x 0 no sábado, e depois vamos ver o que acontece”.

Guardiola jogou 10 clássicos contra o Real pela equipe da Catalunha, mas o jogo de sábado será seu primeiro como técnico.

O técnico do Barça disse que não espera entre os seus jogadores o desejo de vingar a vitória do Real pro 4 x 1 na última temporada, quando os madrilenhos já haviam conquistado o título. “Isso é o passado, e não ajuda em nada agora”, disse.

Falando em uma entrevista coletiva separada, Ramos afirmou que seus jogadores estão otimistas sobre o confronto com o Barça, e que não estava sendo difícil motivá-los.

“Precisamos subir na liga e estamos completamente convencidos das nossas chances de vencer”, disse.

“O começo da partida será muito importante. Se cedermos no início, isso pode minar nossa confiança, mas mesmo se isso acontecer ainda temos uma chance”.

Ramos insistiu que a equipe jogará para ganhar, embora tenha dito que possa entrar com cinco na defesa para tentar contra-atacar a ameaça dos perigosos atacantes do Barça, entre eles Lionel Messi e Samuel Eto‘o.

“Eu vou jogar para vencer”, disse. “A palavra empate não está no meu vocabulário”.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below